Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Você assistiria à reprise de qual desses jogos históricos do Fluminense?

O Torcedores listou oito duelos marcantes da história do Fluminense e quer saber qual deles você escolheria para assistir; vote!

Adriano Oliveira
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Bruno Haddad/ Fluminense FC

Jogos memoráveis fazem parte da rica trajetória do Fluminense Football Club desde julho de 1902, quando Oscar Alfredo Cox fundou o time das Laranjeiras, no Rio de Janeiro, se tornando também um dos grandes responsáveis pela chegada e popularização do esporte no Brasil, além de ainda ter sido jogador e presidente do clube carioca.

Aniversário CLUBE EXTRA

Clique e veja as melhores promoções!

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Mas qual jogo do Tricolor você gostaria de assistir novamente, torcedor? O duelo contra o São Paulo pela Copa Libertadores da América de 2008, do gol de Washington marcado aos 46 minutos do segundo tempo? A épica vitória por 3 x 2 sobre o arquirrival Flamengo que eternizou o “gol de barriga” de Renato Gaúcho, na conquista do Campeonato Carioca de 1995? Ou a partida diante do Palmeiras em 2012 que selou o último título do Brasileirão?

Sendo assim, entre tantos confrontos marcantes, relembre abaixo oito grandes jogos da história mais recente do Fluminense e, na sequência, vote naquele que você gostaria muito de assistir à reprise:

Vasco 0 x 0 Fluminense

27 de maio de 1984, no Maracanã. Decisão do Campeonato Brasileiro. O gol do título no clássico contra o rival Vasco foi marcado pelo meia paraguaio e ídolo Romerito aos 23 minutos do primeiro tempo, mas da partida de ida das finais, disputada no mesmo Maracanã três dias antes. No segundo e decisivo confronto, um empate sem gols sob os olhares de quase 130 mil espectadores deu ao Fluminense o título nacional.

As melhores notícias de esportes, direto para você

 
Reprodução/ YouTube

Reprodução/ YouTube

Fluminense 3 x 2 Flamengo

25 de junho de 1995, no Maracanã. Mediante um regulamento, digamos, “atrapalhado”, os dois rivais se enfrentaram debaixo de bastante chuva e diante de quase 110 mil torcedores no Maracanã, pela decisiva partida do octogonal do Campeonato Carioca. Com quatro jogadores expulsos pelo árbitro Léo Feldman (três do Fluminense e um do Flamengo), Renato Gaúcho marcou o inesquecível “gol de barriga” aos 42 minutos do segundo tempo, que garantiu ao Tricolor a conquista do histórico título estadual. Para muitos, esse “Fla-Flu” é considerado o maior jogo da história do Fluminense.

Reprodução/ Twitter oficial Fluminense FC

Reprodução/ Twitter Fluminense FC

Figueirense 0 x 1 Fluminense

6 de junho de 2007, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Decisão da Copa do Brasil. Após empatar em 1 x 1 no primeiro jogo realizado no Rio de Janeiro, na partida decisiva o time do técnico Renato Gaúcho abriu o placar logo aos três minutos com gol do zagueiro Roger, que selou a conquista inédita para o Fluminense e o retorno à Copa Libertadores da América depois de mais de duas décadas.

Divulgação / Fluminense FC/ Site oficial CBF

Divulgação/ Fluminense FC

Fluminense 3 x 1 São Paulo

21 de maio de 2008, no Maracanã. Um duelo pela fase de quartas de final da Copa Libertadores da América com direito a todos os ingredientes de emoção. No jogo de ida, disputado no Morumbi, vitória por 1 x 0 do São Paulo de Adriano, Hernanes e Dagoberto. Na volta, brilhou a estrela do centroavante Washington, o “Coração Valente”, que marcou o terceiro e decisivo gol de cabeça, nos acréscimos, após escanteio batido pelo meia Thiago Neves. O Maracanã, com quase 70 mil torcedores, foi a loucura.

Reprodução/ Facebook

Reprodução/ Facebook Fluminense FC

Fluminense 1 x 0 Guarani

5 de dezembro de 2010, no estádio Nilton Santos, o “Engenhão”. Diante de mais de 41 mil espectadores, o Fluminense comandado por Muricy Ramalho (que no mesmo ano recusou proposta da CBF para assumir a seleção brasileira e decidiu continuar no clube carioca) venceu o Guarani e seu torcedor pôde finalmente soltar o grito de “campeão brasileiro” depois de 26 anos. O gol do título foi marcado por Emerson Sheik aos 16 minutos do segundo tempo, após cruzamento de Carlinhos e desvio na bola de Washington.

Reprodução/ Vídeo

Reprodução

Coritiba 1 x 1 Fluminense

6 de dezembro de 2009, no estádio Couto Pereira, em Curitiba. Pela última rodada do Campeonato Brasileiro, um confronto direto entre duas equipes que brigavam pela permanência na Série A da competição. Com gol de Marquinhos, o time treinado por Cuca empatou em 1 x 1 e terminou na 16ª colocação com 46 pontos, um a mais que o Coritiba, rebaixado no ano de seu centenário. Na análise do jornalista Juca Kfouri, “um 1 x 1 que valeu como uma goleada para o Fluminense.

Reprodução/ YouTube

Reprodução/ YouTube

Palmeiras 2 x 3 Fluminense

11 de novembro de 2012, no estádio Eduardo José Farah, em Presidente Prudente, no interior de São Paulo. Com dois gols do ídolo Fred e um de Maurício Ramos, o Fluminense superou fora de casa o então “desesperado” Palmeiras (que acabou sendo rebaixado para a Série B) e conquistou, de forma antecipada, o título do Campeonato Brasileiro. Um jogo que ficará para sempre na memória do torcedor tricolor.

Divulgação/ Site oficial da CBF

Divulgação/ Site oficial da CBF (Confederação Brasileira de Futebol)

Fluminense 1 x 0 Flamengo

11 de dezembro de 1983, no Maracanã. Partida válida pelo Triangular decisivo do Campeonato Carioca. O Fluminense precisava da vitória sobre o rival, já que antes havia empatado com o Bangu. E o triunfo, com ares de crueldade, só veio aos 45 minutos da etapa final com gol do ídolo Assis, após receber lançamento de Deley e finalizar com maestria na saída do goleiro Raul. O Fluminense sagrou-se campeão estadual na rodada seguinte, com a derrota do Bangu diante do mesmo Flamengo, para delírio da torcida tricolor que canta até hoje: “Recordar é viver, Assis acabou com você”.

Reprodução/ Twitter

Reprodução/ Twitter Fluminense FC

LEIA MAIS

Presidente do Fluminense sugere que o Carioca seja encerrado sem campeão se for necessário para “preservar vidas”

Ex-seleção detona Dr. Tannure por encontro com Bolsonaro: “Perco meu emprego, mas não perco minha dignidade”

Ex-Fla vê “falta de humanidade” na diretoria do clube em pressão para volta do futebol: “Imagina se um jogador morre”