Home Extracampo Manaus FC lança campanha para ajudar jogador que perdeu esposa para a Covid-19

Manaus FC lança campanha para ajudar jogador que perdeu esposa para a Covid-19

Gavião do Norte busca ajuda para o atacante Claudinei, que está com a filha recém-nascida internada na UTI neonatal, após perder a esposa vítima da Covid-19

Paula Christina
Colaboradora do Torcedores.com.

Com uma campanha para ajudar o atacante Claudinei, de 31 anos, que perdeu a esposa, vítima da Covid-19, e que está com a filha recém-nascida internada na UTI neonatal, o Manaus FC busca arrecadar itens que o jogador mais precisa neste momento, como fralda tamanho RN, leite PreNan, roupinhas para recém-nascido, além de alimentos.

PUBLICIDADE

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

A esposa de Claudinei, Arícia Campelo, estava grávida quando contraiu o coronavírus e morreu no último dia 19. Ela tinha 28 anos e faria aniversário na próxima terça-feira (30).

PUBLICIDADE

Arícia estava grávida de sete meses e foi entubada no dia 12 de junho. No dia seguinte, ela passou por cesárea, porque a neném já estava correndo risco de morte. “Foi um parto de emergência. Depois disso ela chegou a ser desentubada, mas sofreu quatro paradas cardíacas e morreu”, conta Claudinei.

O atacante fala dos dias difíceis depois que tudo aconteceu. “Nada vai superar isso. É uma dor que é difícil de explicar”, desabafa. Prematura, a filha de Claudinei, a pequena Maria Liz, segue internada na maternidade Ana Braga, zona Leste de Manaus.

Claudinei já defendeu a camisa do Gavião do Norte e fez parte do elenco que se tornou campeão amazonense em 2017. Ele jogou neste ano pelo Princesa do Solimões (AM) e Grêmio Atlético Sampaio (RR), mas com a paralisação do futebol por conta da pandemia, acabou ficando desempregado.

Com os campeonatos regionais paralisados ou encerrados por conta da pandemia, Claudinei enfrenta dificuldades. Além de dois filhos, de um outro relacionamento, ele cuida ainda dos três filhos da falecida esposa – três meninos com idades de 6, 4 e 3 anos, além da pequena Maria Liz, que segue hospitalizada.

PUBLICIDADE

“Tudo que eu quero é levar minha filha para casa. A Maria Liz é uma sementinha que a minha esposa deixou. A filha que ela sempre quis ter e que não conseguiu ver nascer. E hoje eu tenho que cuidar dela e dos três filhos que minha esposa deixou. Essa é minha missão daqui para frente”, diz Claudinei.

Como ajudar o atacante

Entre em contato com o atleta pelo telefone (92) 9 8457-3690.

[DUGOUT dugout_id=”eyJrZXkiOiJBcWh4TXd1VSIsInAiOiJ0b3JjZWRvcmVzIiwicGwiOiIifQ==”]

LEIA MAIS

PUBLICIDADE

https://www.torcedores.com/noticias/2020/05/patrocinadora-manaus-covid-testes

18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial