Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Neto diz que ex-assessor da CBF quis derrubá-lo da Band e manda recado: “onde você tá agora?”

Ao vivo, ídolo corintiano desabafou contra Rodrigo Paiva

Octávio Almeida Jr
Jornalista graduado pela Universidade da Amazônia (UNAMA), 28 anos.Repórter de campo pela Rádio Unama FM em duas finais de Campeonato Paraense (anos 2016 e 2017). Repórter no site Torcedores.com desde 2018.

Crédito: Reprodução/Youtube

Profissional do Grupo Bandeirantes há cerca de 20 anos, Neto desabafou ao vivo. No primeiro bloco do programa Os Donos da Bola desta quinta-feira (11), o ex-jogador afirmou que Rodrigo Paiva, ex-assessor da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), agiu nos bastidores a fim de que o ídolo corintiano fosse demitido.

“Cadê aquele rapaz, o assessor de imprensa que quis me derrubar na Band? Como é que ele chamava? Rodrigo Paiva. Você saiu da seleção, sumiu. Eu continuo na Band ainda cara, você acredita nisso? Contrato renovado e tudo. Você tá onde?”, questionou Neto.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

O desabafo aconteceu quando o ex-jogador enumerava os títulos conquistados por Muricy Ramalho, ex-treinador e, atualmente, comentarista do Grupo Globo. O nome de Muricy ganhou destaque em virtude de um possível retorno ao São Paulo.

Rodrigo Paiva se manifesta

A reportagem do Torcedores entrou em contato com Rodrigo Paiva e obteve retorno. Via whataspp, o jornalista negou que tenha agido nos bastidores.

“Não sei nem como se consegue fazer isso (derrubar alguém). Não vou responder. Nunca perdi um segundo da minha vida pensando nele e menos ainda fazendo algo contra ele (Neto). Deixa ele falar”, declarou.

Formando em Jornalismo, Rodrigo Paiva buscou especialização em Administração em Marketing na Universidade de Nova York. De acordo com informações publicadas no site UOL, Paiva foi assessor de imprensa da CBF entre 2002 e 2014.

Assista ao desabafo de Neto no vídeo a seguir (ver a partir de 39m50):

Leia também:

Neto defende repórter da Globo que foi feita refém dentro da emissora: “absurdo!”

Futebol brasileiro: CBF avalia que protocolo elaborado pode ter mudanças a curto prazo

Vice-presidente da CBF tem anistia anulada pelo Governo Federal