Brasil de Leão e Leomar: Por onde andam os jogadores da polêmica Seleção que disputou a Copa das Confederações de 2001?

Equipe fracassou e ficou marcada por denúncia de compra de vaga na convocação

Matheus Camargo
Colaborador do Torcedores

Crédito: Robert Cianflone/ALLSPORT/Getty Images

A Seleção Brasileira que disputou a Copa das Confederações de 2001 e fracassou ao ser eliminada pela França ficou marcada muito mais por uma polêmica extracampo do que pelo futebol jogado.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes
https://www.facebook.com/TorcedoresOficial

Foi o único torneio de Emerson Leão à frente da Seleção e acabou com suspeitas de compra da vaga do volante Leomar, então no Sport, após manifestações polêmica do ex-presidente do clube pernambucano, Luciano Bivar, em 2013 (relembre).

O fato foi que o Brasil não fez bom papel com uma equipe com jogadores aleatórios. Venceu Camarões com dificuldade e empatou com Canadá e Japão na primeira fase. Ficou em segundo no grupo, atrás do próprio Japão, e foi eliminado pela França na semifinal. A seleção europeia conquistou o título após vencer os japoneses por 1 a 0.

Veja por onde andam os jogadores que fracassaram com a Seleção na Copa das Confederações de 2001:

Dida – O ex-goleiro se aposentou do futebol em 2015 e atualmente é treinador de goleiros do Milan
Zé Maria – Assumiu o cargo de técnico da Portuguesa em 2019 e segue no comando do clube
Lucio – O ex-zagueiro se aposentou no fim de 2019 com a camisa do Brasiliense
Edmílson – Atleta do Barcelona Legends e embaixador do clube no Brasil, também é representante de jogadores
Leomar – O ex-volante atualmente mora em Curitiba e é empresário de atletas
Gustavo Nery – O lateral aposentou em 2012 pelo São Bernardo e atualmente possui negócios particulares no ABC Paulista
Leandro Amaral – O ex-atacante atualmente trabalha e vive em Miami, nos Estados Unidos
Vampeta – Presidente do Audax, é também comentarista na Jovem Pan e na TV Gazeta
Sonny Anderson – O ex-jogador vive na França e atuou como treinador de atacantes do Lyon
Robert – Atualmente é empresário de jogadores. Teve passagem como treinador de uma equipe nos Estados Unidos e foi auxiliar-técnico da Portuguesa Santista
Carlos Miguel – Ligado ao Grêmio, é comentarista da Rádio GrêmioUmbro
Carlos Germano – Atualmente é o treinador de goleiros do Vasco
Evanílson – O ex-lateral se aposentou e se tornou professor de futevôlei. Mantém espaço para eventos em Belo Horizonte
César – O ex-lateral seguiu ligado ao futebol após a aposentadoria e chegou a ser treinador do Monte Azul
Claudio Caçapa – O ex-zagueiro se tornou representante de jogadores após a aposentadoria
Léo – Ídolo de Santos e Benfica, o ex-lateral atualmente é empresário
Vágner – O ex-jogador chegou a trabalhar no Londrina após a carreira, mas saiu do mundo do esporte e disse que não pretende voltar
Fábio Rochemback – O ex-volante apareceu em 2019, cinco anos após deixar a carreira, disputando torneio amador em Bom Princípio, no Rio Grande do Sul
Julio Baptista – O meia se aposentou do futebol em 2019, no CFR Cluj, da Romênia
Ramon – Assumiu recentemente o cargo de treinador efetivo do Vasco
Washington – O ex-atacante foi vereador em Caxias do Sul, assumiu cargo na Secretaria de Esportes do Governo Federal e assumiu como coordenador de seleções da CBF, mas foi demitido do cargo no início de 2020
Magno Alves – O atacante segue em atividade e atualmente defende o Atlético-BA
Fabio Costa – Aposentado desde 2013, o ex-goleiro vive atualmente em Salvador, sua terra natal

Leia mais:
De Leandro a Zé Roberto: 8 jogadores que recusaram a Seleção Brasileira