Relembre 5 atacantes badalados e que não vingaram no Santos

Atacantes muito valorizados, mas com pouco retorno no Santos e coleção de vaias e saídas pelas portas dos fundos da Vila Belmiro

Luis Feitosa
Jornalista graduado e amante de futebol e futebol americano

Crédito: Ricardo Saibun/Santos FC

O DNA ofensivo do Santos sempre beneficiou grandes jogadores que passaram pelo clube em mais de 100 anos de história. No entanto, alguns nomes que eram muito badalados antes de chegarem no Peixe e geraram grande expectativa na torcida, mas fracassaram e saíram pela porta dos fundos do clube.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Leandro Damião

Depois de muito sucesso no Internacional, Leandro Damião chegou ao Santos como uma das grandes esperanças de gols. No entanto, os mais de R$ 40 milhões investidos para o Colorado virou uma decepção e é considerado por muitos como a pior contratação da história do Peixe. Após um primeiro ano muito fraco com 11 gols em 44 jogos, Damião foi emprestado para Cruzeiro, Flamengo, Betis e novamente para o Internacional. Com o contrato encerrado no final de 2018, o atacante se transferiu ao Kawasaki Frontale.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Bill

Depois de uma boa passagem pelo Coritiba, Bill foi emprestado para o Santos. Cotado para ser o grande beneficiado no ataque com Neymar ainda no time, o atacante decepcionou ao marcar um gol em 16 jogos. A passagem no Peixe durou pouco tempo e sob muitas vaias, o jogador saiu sem deixar saudades na torcida alvinegra.

Henrique Dourado

Destaque do Paulistão de 2013 pelo Mogi Mirim, Henrique Dourado chegou ao Santos para ser o homem-gol da equipe. No entanto, com apenas quatro jogos realizados e nenhum gol marcado virou uma grande decepção. Sem sucesso, ‘o Ceifador’ amargou a reserva até ser dispensado e se transferir para a Portuguesa.

Está em dúvida sobre qual curso de faculdade escolher?

Luizão

Campeão da Libertadores em 2005 pelo São Paulo, Luizão se transferiu para o Nagoya Grampus para atuar até o final daquele ano. O atacante não conseguiu se adaptar na Ásia e voltou ao Brasil para atuar pelo Peixe e retomar o seu futebol. No entanto, com seis jogos e sem marcar gols, o artilheiro que já tinha brilhado por Palmeiras, Corinthians e o Tricolor saiu do Peixe. Depois da aposentadoria, o ex-jogador confirmou que foi um erro se transferir para o clube, não pela agremiação, mas o momento e o tratamento recebido por membros da diretoria.

Edmundo

A passagem de Edmundo pelo Vasco era algo que motivava o torcedor santista para ver um grande atacante no clube. Apesar de todo destaque no Peixe com 13 gols em 20 jogos, o atacante não rendeu o que poderia e saiu muito antes do esperado. Os problemas de pagamento do clube em 2000 comprometeu a passagem do jogador até o final do ano e atacante saiu para atuar no Napoli.

LEIA MAIS:

5 jogadores que já assumiram torcer para o Santos

Neymar é de longe a maior venda da história do Santos; veja top 10

Odair Titica: o primeiro camisa 10 da história do Santos