Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Você lembra qual foi o último jogo do Kaká vestindo a camisa do São Paulo?

Um dos grandes ídolos da história do São Paulo, Kaká entrou em campo 155 vezes e marcou 51 gols pelo time do Morumbi

Adriano Oliveira
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução/ Facebook oficial

Ricardo Izecson dos Santos Leite, conhecido mundialmente por Kaká, é natural de Gama, no Distrito Federal, e começou sua carreira em 1994 nas categorias de base do São Paulo, estreando na equipe profissional em fevereiro de 2001 no empate em 1 x 1 com o Botafogo, no estádio do Morumbi, pelo Torneio Rio-São Paulo.

Aniversário CLUBE EXTRA

Clique e veja as melhores promoções!

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

A primeira vez que balançou as redes pelo time principal aconteceu logo na partida seguinte, três dias depois num clássico contra o Santos, também no Morumbi, pela terceira rodada do Campeonato Paulista. A então jovem promessa de apenas 18 anos entrou no segundo tempo e marcou um dos gols da vitória tricolor por 4 x 2.

Considerado o melhor jogador em campo, o talentoso meia rapidamente caiu nas graças da torcida e passou a ser comparado com o ídolo Raí. Em 7 de março, pouco mais de um mês depois da estreia, Kaká entrou aos 14 minutos da etapa final no jogo decisivo do Torneio Rio-São Paulo diante do mesmo Botafogo e fez os dois gols da virada por 2 x 1, que selou o título inédito da competição ao Tricolor.

O jogador deixou o Morumbi e se transferiu para o futebol europeu em 2003, onde permaneceu por mais de uma década e defendeu as cores do Milan, da Itália, e do Real Madrid, da Espanha, além de disputar no mesmo período três Copas do Mundo pela seleção brasileira.

Foi o último atleta do Brasil a receber da Fifa (Federação Internacional de Futebol) o prêmio de melhor jogador do mundo, quando atuava pelo Milan (ITA) na temporada de 2007, superando os craques Lionel Messi e Cristiano Ronaldo. Retornou ao São Paulo em julho de 2014 por empréstimo junto ao Orlando City, dos Estados Unidos, clube pelo qual encerrou a vitoriosa carreira três anos depois.

As melhores notícias de esportes, direto para você

 
Foram 51 gols em 155 jogos com a camisa do São Paulo (Foto: Reprodução/ Facebook oficial)

Foram 51 gols em 155 jogos com a camisa do São Paulo (Foto: Reprodução/ Facebook oficial)

Em suas duas passagens pelo Tricolor, Kaká entrou em campo em 155 oportunidades e marcou 51 gols, conquistando 82 vitórias, mais 40 derrotas e 33 empates. Em toda a carreira disputou 711 jogos como profissional e balançou as redes 239 vezes.

Ao lado de Paulo Henrique Ganso, Alexandre Pato e Alan Kardec, formou o “quarteto fantástico” do time então dirigido pelo técnico Muricy Ramalho, vice-campeão brasileiro de 2014 e que garantiu vaga na Copa Libertadores da América do ano seguinte.

A última vez em que o ex-jogador vestiu a camisa são-paulina foi com a braçadeira de capitão no domingo dia 30 de novembro de 2014, no empate em 1 x 1 com o Figueirense, pela 37ª e penúltima rodada do Campeonato Brasileiro, no estádio Cícero Pompeu de Toledo, o Morumbi.

Kaká saiu de campo aplaudido de pé pelos torcedores aos 36 minutos do segundo tempo, substituído por Alexandre Pato. Após o fim da partida, o ídolo tricolor, visivelmente emocionado, ainda viu fogos de artifício saudarem sua despedida do clube que o revelou.

O time escalado por Muricy Ramalho no último duelo de Kaká pelo São Paulo foi: Rogério Ceni, Auro, Rafael Tolói, Edson Silva e Álvaro Pereira (Reinaldo); Hudson, Denílson, Paulo Henrique Ganso e Kaká (Alexandre Pato); Alan Kardec (Osvaldo) e Luis Fabiano. O gol dos donos da casa foi marcado pelo zagueiro Edson Silva, enquanto Mazola anotou para o Figueirense.

O ídolo Kaká descendo para o vestiário do Morumbi, em seu último jogo pelo São Paulo (Foto: Reprodução/ Facebook oficial)

O ídolo Kaká descendo para o vestiário do Morumbi, em seu último jogo pelo São Paulo (Foto: Reprodução/ Facebook oficial)

“O Kaká é acima da média, muito acima da média. Muitos jogadores cresceram demais depois da chegada dele, porque ele é exemplo de atleta, por tudo que já fez, por chegar cedo, por treinar muito… Ele é uma pessoa excepcional”, destacou o treinador Muricy Ramalho após o jogo contra o Figueirense, que marcou a despedida de Kaká do São Paulo.

LEIA MAIS

Timão x Tricolor: você sabe quem mais venceu na história do Majestoso?

Você lembra qual foi o último jogo do Luis Fabiano vestindo a camisa do São Paulo?

São Paulo conquistou seu primeiro título com direito a goleada na casa do rival

Você conhece tudo sobre a história do São Paulo? Faça o teste!