Home Esportes Olímpicos Ameaçado? Entenda a opinião do COI e do Japão sobre Tóquio 2021

Ameaçado? Entenda a opinião do COI e do Japão sobre Tóquio 2021

Depois de ser adiada para 23 de julho de 2021, Olimpíadas de Tóquio corre risco de não acontecer devido a pandemia de coronavírus

Luis Feitosa
Jornalista graduado e amante de futebol e futebol americano
Jogos Olímpicos Tóquio 2021

Divulgação/Jogos Olímpicos

PUBLICIDADE

A tão sonhada edição dos Jogos Olímpicos de Tóquio em 2021 pode estar sob risco de acontecer devido a pandemia de coronavírus. Com alguns fatores sendo decisivos para a realização do evento, tanto o Comitê Olímpico Internacional (COI) quanto as autoridades japonesas devem confirmar o evento apenas no próximo ano.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

[DUGOUT dugout_id=eyJrZXkiOiIwRlRtRUp0VSIsInAiOiJ0b3JjZWRvcmVzIiwicGwiOiIifQ==]

O presidente do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos, Yoshiro Mori, confirmou que a realização da competição em Tóquio depende da produção de uma vacina. Como não há nenhuma maneira de garantir a segurança de atletas e pessoas envolvidos nos jogos, o evento seria cancelado. No entanto, a confiança do dirigente é que até julho de 2021 haja uma solução para a pandemia.

PUBLICIDADE

“Se a situação do coronavírus continuar como está, não será possível. Seria impossível responder a todas as questões agora. Mas acho que essa situação não irá durar outro ano”, disse Yoshiro Mori em entrevista à emissora NHK.

Do lado do COI, ter que adiar um Jogos Olímpicos é algo inédito portanto um planejamento a parte teve que ser estruturado para dar suporte a tudo o que irá ocorrer na edição de Tóquio. Com a confirmação da realização apenas em 2021, o presidente da entidade, Thomas Bach, deseja reduzir custos e trazer uma competição mais simples e muito mais objetiva.

“O impacto é enorme (…). Nunca tivemos que organizar uma edição dos Jogos Olímpicos adiada, então não há plano para esse trabalho gigantesco que devemos realizar e em circunstâncias muito difíceis devido à pandemia. Estamos buscando, com nossos parceiros e amigos japoneses, maneiras de simplificar a organização dos Jogos, ver como podemos reduzir a complexidade dos Jogos e como podemos reduzir os custos desses Jogos adiados”, afirmou Bach.

No entanto, apesar de entender a dificuldade de planejar a edição de Tóquio o COI ainda não propõe uma data limite para cancelar ou não a competição. Para Thomas Bach, é necessário aguardar a evolução da pandemia diariamente e esperar até o último momento para definir se os Jogos Olímpicos serão ou não disputados em 2021.

PUBLICIDADE

“Não há uma data limite. Se aprendemos uma coisa durante essa pandemia, esta crise, é que a situação evolui dia a dia, às vezes hora a hora. Por esse motivo, não podemos estabelecer um prazo. Estamos trabalhando para o sucesso desses Jogos Olímpicos e estamos focados em julho do próximo ano”, completou.

LEIA MAIS:

Médicos japoneses alertam que os Jogos Olímpicos podem aumentar os casos de coronavírus

PUBLICIDADE

O que acontece se os Jogos Olímpicos não forem realizados em 2021?