Fernando Prass foi herói em título do Palmeiras cobrando penalidade decisiva; relembre

Goleiro ficou sete temporadas defendendo a meta alviverde e se consolidou como ídolo da torcida palestrina

Cido Vieira
Jornalista em formação, e apaixonado por futebol desde criança. No Torcedores.com, trabalho como setorista do Botafogo e futebol nordestino

Crédito: (Foto: Cesar Greco / Divulgação - Palmeiras

Aniversariante desta quinta-feira (09), o goleiro Fernando Prass construiu uma história bonita dentro do Palmeiras. Apesar de sua saída conturbada na equipe alviverde, o jogador que completa 42 anos conquistou títulos importantes, e presenciou um ressurgimento do clube paulista em todos os aspectos.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Dos jogos marcantes de Prass com a camisa do Verdão, o torcedor palestrino certamente não se esquecerá da final da Copa do Brasil de 2015, quando o alviverde bateu o arquirrival Santos em final emocionante no Allianz Parque.

Depois de um revés por 1 a 0 na Vila Belmiro, o Palmeiras recebeu o rival contando com a força de sua torcida e precisando reverter um cenário adverso. Os gols só vieram na segunda etapa. Aos 11 minutos, Lucas Barrios fez a função de pivô e acionou Robinho, que tocou para Dudu completar para as redes, abrindo contagem.

Atordoado e longe de esboçar uma reação, o Santos acabou sofrendo o segundo golpe aos 39. Robinho bateu falta, Vitor Hugo escorou de cabeça e a bola sobrou novamente para Dudu fazer o segundo.

Eufórica, a torcida do Verdão já comemorava o resultado que dava o título da Copa do Brasil, quando Ricardo Oliveira aproveitou cobrança de escanteio para descontar, forçando assim as penalidades.

Conhecido por ser decisivo nas cobranças da marca da cal, Fernando Prass defendeu a penalidade de Gustavo Henrique, e ficou encarregado de bater a última penalidade na série regulamentar, com a responsabilidade de sacramentar o título. Nas arquibancadas do Allianz e espalhados por todo Brasil, os palmeirenses se mostraram surpresos com a escolha do goleiro para a batida. Sem titubear, Prass deslocou Vanderlei e garantiu o terceiro título do Palmeiras na Copa do Brasil.

LEIA MAIS: