Grêmio apoia vítimas de violência doméstica: “você não está sozinha”

Os casos de violência doméstica têm aumentado consideravelmente no Brasil durante a pandemia do novo coronavírus. Pensando em ajudar as vítimas, o Grêmio compartilhou uma série de mensagens no Twitter apoiando as vítimas

Andressa Fischer
Gaúcha, 22 anos | Escrevo sobre vôlei, futebol feminino e dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Reprodução/Twitter

Em parceria com polícia civil, o Grêmio usou o Twitter para se manifestar contra a violência doméstica. Usando dois vídeos curtos, o clube gaúcho usou frases de efeitos na voz de mulheres gremistas para exemplificar os abusos sofridos pelas vítimas.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

“Você já teve que abrir mão de alguém, ou do convívio social por amor?”, dizia o primeiro vídeo. “A pessoa com a qual você se relaciona controla as suas amizades?”, finalizou.

A campanha vem a calhar neste momento em que o Brasil vive a pandemia do novo coronavírus. Os números de agressão contra mulheres dentro de suas casas, por seus parceiros, têm aumentado assustadoramente.

Dados do Centro de Apoio Operacionais Criminal de São Paulo e do Ministério Público, apontam que a violência doméstica aumentou entre 30% a 50% no estado paulista e no Rio de Janeiro. Outras regiões brasileiras também sofrem do mesmo problema.

Grêmio adere ao movimento de apoio às vítimas de violência doméstica

LEIA MAIS

De saída para a Juventus, Arthur relembra conquista da Copa América: “sonho realizado”

Marta, Rapinoe e mais 10: todas as artilheiras da Copa do Mundo feminina

Sheilla 37 anos: Oposta brilhou salvando 5 matchs points contra a Rússia e liderou o bi olímpico

Megan Rapinoe foi artilheira da Copa do Mundo 2019; reveja os gols