Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Ex-dirigente do Barcelona surpreende sobre possível ida de Messi à Inter de Milão: “não descarto essa hipótese”

Argentino tem mostrado descontentamento na Catalunha

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016. Radialista na Paiquerê 91,7.

Crédito: David Ramos/Getty Images

O argentino Lionel Messi tem se mostrado descontente no Barcelona e pode receber propostas para deixar o clube. Um dos interessados, segundo a imprensa internacional, é a Inter de Milão.

Conheça a Bet4Plus e experimente fazer uma aposta esportiva grátis, sem necessidade de depósito

O técnico Antonio Conte já duvidou que a diretoria fizesse tal investimento. Assista:

Os torcedores desacreditam que os chineses que gerem o clube despejariam tamanha quantia na contratação de Messi, mas um ex-dirigente do Barcelona surpreendeu nesta quinta-feira (6) em entrevista à rádio Kiss Kiss.

“Não descarto por completo essa hipótese de forma alguma, pois tudo é possível no futebol”, afirmou Ariedo Braida, que também já foi diretor do Milan, grande rival da Inter de Milão.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes
https://www.facebook.com/TorcedoresOficial

“Ele é um jogador mágico, vale o investimento. Alguém como ele só nasce a cada 30 anos e não duvido de nada no mercado.”

Braida fez carreira no futebol italiano e foi diretor da Udinese, do Monza, e teve duas passagens no Milan, sendo a última delas de 2002 a 2014.

No Barcelona, o dirigente trabalhou de 2015 a 2019 e teve contato direto com um Messi já mais experiente.

“Tendo em conta o que conheço de Messi, acho improvável que saia do Barcelona nessa altura da carreira, uma vez que ele é como um rei naquele clube, adorado por todos. Mas repito: não descarto a hipótese (de uma saída para a Inter de Milão).”

A imprensa internacional tem apontado que a ideia dos chineses que gerem a Inter de Milão é que Messi saia sem custos do Barcelona após a temporada 2020/21. O clube ofereceria o maior salário do futebol mundial, ultrapassando os 50 milhões de euros anuais, para contar com o craque argentino.

Se aceitar a ideia, Messi reencontrará Cristiano Ronaldo, que se transferiu para a Juventus em 2018.

Leia mais:
De fuga e insegurança a destaque e titularidade: como Patrick de Paula saiu de comunidade no RJ para se tornar peça-chave no Palmeiras