Malcom desmente rumores de ida para o Sevilla e afirma: “quero fazer história no Zenit”

Após um ano no Zenit, atacante brasileiro projeta seu futuro no clube e descarta um retorno para o futebol espanhol

Flavio Souza
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação / Twitter oficial Zenit

Malcom completou um ano no futebol russo no último dia 02 de agosto. Depois deu uma passagem sem brilho pelo Barcelona, o Zenit contratou o atacante por € 40 milhões, além de um adicional de € 5 milhões por metas alcançadas. Adaptado ao time e a cidade, o atacante falou com a “Radio Marca” sobre seu primeiro ano no clube e descartou uma transferência para o Sevilla

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Confira os principais pontos da entrevista:

Primeiro ano no Zenit

“Estou muito feliz! No começo da temporada eu tive uma lesão e isso me chateou, porque eu queria jogar fazer história usando a camisa do Zenit. Mas agora estou recuperando e pronto para voltar aos gramados.”

Mudança de posicionamento

“Eu trabalhei duro para a nova posição (atrás dos atacantes Azmoun e Dzyuba) para que eu pudesse estar pronto para jogar, já que nunca joguei centralizado antes. Sempre fui um ponta. Tudo correu bem e eu fui capaz ajudar o Zenit com gols e assistências. Agora estou pronto para dar meu melhor em qualquer posição que eu jogar”

Retorno ao futebol espanhol

“Não sei, eu estou feliz no Zenit. Existem diversos rumores sobre o Sevilla, mas são falsos. Estou focado no Zenit e planejo cumprir meu contrato aqui. Só estou pensando nisso”

Zenit na Champions League

“O clube está em constante melhora e me sinto honrado de fazer parte desse processo. Esse ano nós vamos lugar para passar da fase de grupos e chegar as fases eliminatórias. Mas em alguns anos eu acredito que poderemos mirar algo muito maior.”

LEIA MAIS:

Malcolm recebe prêmio de melhor jogador pelo Zenit num drone

“Só de vê-lo jogar, aprendi muito sobre futebol”, diz Malcom sobre Messi, ex-companheiro de Barcelona