Rádio: Messi pode utilizar “brecha” no contrato para se desligar gratuitamente do Barça; veja detalhes da cláusula

Messi busca rescindir seu contrato com o clube catalão de forma amigável

Bruno Romão
24 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Divulgação/Barcelona

A cláusula no contrato de Messi que permite uma saída ao término da temporada pode ser a chave para seu desligamento ser viabilizado. Segundo a rádio “Onda Cero”, não existe um prazo estipulado para que a opção seja invalidada. Sendo assim, como o craque manifestou a intenção após o fim do último ciclo de competições, encerrado com o término da Champions League, seu desejo seria totalmente legítimo.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

“Essa indenização (700 milhões de euros) não será aplicável quando a rescisão do contrato por decisão unilateral do jogador entrar em vigor a partir do final da temporada 2019/2020”, estaria presente em seu vínculo.

Diante disso, não seria necessário que a multa rescisória fosse paga. Por enquanto, o Barcelona ainda não tomou uma posição oficial sobre a saída de Messi. Isso porque o clube ainda não teria jogado a toalha e tenta convencer o atacante a permanecer no time culé. Porém, como ele não se reapresentou neste domingo (30) para a bateria de exames de Covid-19, sua decisão seria irreversível.

Por enquanto, a La Liga comunicou que está do lado do clube catalão. Portanto, não irá retirar o registro do atleta se a quantia de 700 milhões de euros não for paga, entendendo que o atual contrato, que se encerra em junho de 2021, está em vigor de forma ativa.

LEIA MAIS