Urijah Faber relembra sensação com chutes de José Aldo: “Pior dor que já senti”

Lutador brasileiro já foi campeão peso-pena (66 kg) do WEC e do UFC

Romário Pereira de Carvalho
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/UFC

O veterano Urijah Faber acompanhou a disputa entre José Aldo e Petr Yan, no último dia 11 de julho, pelo cinturão peso-galo (61 kg) do UFC. Tendo encarado os dois atletas, Faber, que não esconde a admiração pelo brasileiro, relatou que os chutes o fizeram sentir as piores dores na carreira.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

O potente chute do lutador foi uma das principais armas que ele utilizou durante sua jornada de sucesso no mundo das lutas. Porém, o ‘Campeão do Povo’ havia deixado de realizar esse golpe há últimos anos. Contra Petr Yan, o atleta voltou a usá-los. Ainda que não suficientes para trazer a vitória para o brasileiro, mostraram que podem impor respeito aos adversários.

“Considero Aldo um dos melhores lutadores de todos os tempos. Eu senti o motivo com aqueles chutes. Estava esperando que ele ganhasse, sou um torcedor do Aldo, mas ele fez uma grande luta. Aqueles chutes são terríveis. Quando você pensa nas minhas lutas, tem eu quebrando minha mão contra Mike Brown, tem minha perna sendo maltratada por Aldo. Eu consigo lembrar desses chutes. Provavelmente a pior dor que eu já senti. E foi tudo nos tecidos moles, então levou um tempo até que eu me recuperasse”, relembrou Urijah Faber.

Além da derrota para José Aldo pelo WEC em 2010, o veterano Urijah Faber foi superado por Petr Yan em sua última apresentação pelo Ultimate, em dezembro do ano passado. O triunfo do russo veio através de nocaute após aplicar um chute na cabeça do americano.

LEIA MAIS SOBRE UFC

Dana White não deve retirar cinturão de Jon Jones por enquanto

Retirado de luta, Markus Maluko volta ao UFC em outubro