Diego quer ver Flamengo com “mentalidade” do Bayern e não condena Gabigol por “cara feia”: “Faz parte do futebol”

Meia do Flamengo avaliou a atual fase do clube

Bruno Romão
23 anos, estudante de Jornalismo, amante da escrita, natural de Campina Grande (PB) e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Alexandre Vidal/Flamengo

Em entrevista concedida no programa “Seleção SporTV”, Diego acredita que o Flamengo ainda precisa aperfeiçoar suas finalizações. No duelo contra o Fluminense, que terminou com triunfo por 2 a 1, o Rubro-Negro poderia ter alcançado uma vantagem maior no placar. Sendo assim, o camisa 10 deseja ver o time com a mesma mentalidade do Bayern de Munique.

Acompanhe as notícias do seu time pelo Facebook

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

“Ainda temos alguns aspectos a serem melhorados.Com todo respeito ao Fluminense, é um ponto que temos que melhorar (chances perdidas). Uma mentalidade que temos que evoluir como equipe. Quando penso nessa mentalidade vencedora, penso no Bayern de Munique. Eles fazem um gol, dois gols, e a postura não muda. Isso dá mais solidez à equipe. Esse é um ponto que nós temos que melhorar. Foi conversado depois do jogo. Tomamos um gol no fim que poderia ter complicado”, declarou.

Além disso, Diego não culpou Gabigol por seu comportamento no duelo contra o Fortaleza. Na partida, o atacante saiu do banco e garantiu a vitória do Flamengo, mas saiu de campo bastante alterado, precisando ser acalmado por Marcos Braz.

“Cara feia, sair bicudinho, faz parte do futebol. Tem que existir, o jogador não tem que ficar tão confortável assim. Mas a cara feia não pode interferir no bem-estar da equipe. Isso tem acontecido muito bem no Flamengo. É um grupo sensacional, um dos melhores que trabalhei na minha vida”

“Ele ficou à disposição, entrou bem e fez o gol da vitória. No outro dia estava treinando com a equipe. Essa é a mentalidade que faz um grupo vencedor. Hoje, no Flamengo, isso tem funcionado muito bem. Não vai evitar as caras feias pela frente, faz parte, mas, desde que a reação seja trabalhar mais, se empenhar mais, acho que vamos ter resultados“, completou.

LEIA MAIS