O que esperar do New York Giants na temporada da NFL 2020?

Após diversas temporadas sofridas, será que os Giants serão melhores em 2020?

Thais May Carvalho
Colaborador do Torcedores

Crédito: Foto: Elsa/Getty Images

Com o fim oficial da era Eli Manning (o jogador anunciou sua aposentadoria em janeiro), o time de Nova York tenta espantar os últimos anos ruins. Porém, os Giants estão em uma divisão bastante competitiva, e a vida não será fácil para Joe Judge, que passou oito anos como assistente em New England e terá sua primeira chance de ser técnico em uma equipe na NFL.

ATAQUE

Daniel Jones está entrando em seu segundo ano na liga e o primeiro como titular absoluto. Em 2019 ele teve bons e maus momentos, o que é esperado de um calouro. No total, foram mais de 3 mil jardas aéreas, 24 TDs e 12 interceptações em 12 partidas. Ele mostrou que tem um braço forte e joga bem sob pressão, mas ainda tem que melhorar muito na questão dos turnovers. Agora é ver como Jones se desenvolverá com o novo técnico e o novo coordenador ofensivo, Jason Garrett.

O lado positivo é que o QB tem um bom grupo de apoio no ataque. A unidade de recebedores é sólida com Golden Tate, Sterling Shepard, Darius Slayton e Evan Engram. Além disso, Saquon Barkley, apesar de ter perdido tempo com lesões em 2019, se mostrou como um dos melhores running backs da NFL. Porém, para que New York tenha sucesso, a linha ofensiva terá que melhorar. Nate Solder não jogará esse ano por conta de preocupações com o coronavírus, e nas outras posições há muito incerteza. O que se imagina é que dois calouros começarão o ano na linha: Andrew Thomas e Matt Peart, o que pode ser preocupante, apesar deles serem atletas de talento.

Crédito foto: Dylan Buell/Getty Images

DEFESA

A defesa dos Giants é bastante jovem, pois a equipe se concentrou nesta unidade nos últimos drafts. Com isso, espera-se que ela possa dar um salto de produtividade. De forma geral, o time vai bem contra o jogo corrido, mas tem problemas contra os ataques aéreos. Isso começa com a linha defensiva, que tem jogadores grandes que param os running backs, mas nenhum atleta que consiga fazer muita pressão nos QBs adversários. A posição de LB nos Giants também não é grande coisa, mesmo com a contratação de Blake Martinez, ex-Packers.

A melhor unidade da defesa de New York é a secundária, mesmo após a dispensa do segundo anista DeAndre Baker, que se envolveu em um roubo durante a intertemporada. O time contratou os CBs James Bradberry e Logan Ryan, que se juntarão aos safeties Julian Love, Jabril Peppers e Xavier McKinney, draftado na segunda rodada.

Crédito foto: Mike Stobe/Getty Images

CALENDÁRIO

De forma geral, o calendário dos Giants não será complicado, na verdade, ele é considerado somente o 26° mais difícil da liga. Porém, isso não significa que as coisas serão fáceis para o time de Nova York. Além de complicados jogos de divisão contra Cowboys e Eagles, eles enfrentarão os Steelers, os 49ers e os Bucs de Brady no MetLife Stadium, e também os Bears, os Rams, os Seahawks e os Ravens fora de casa. Considerando o time jovem sob novo comando dos Giants e o calendário, o recorde de vitórias e derrotas da equipe deve ficar perto de 5-11.

Leia mais:

O que esperar do Philadelphia Eagles na temporada da NFL 2020?

O que esperar do Dallas Cowboys na temporada da NFL 2020?

O que esperar do Washington Football Team na temporada da NFL 2020?