Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Rogério Ceni revela que não recebeu nada por sua passagem no Cruzeiro: “Paguei para trabalhar”

Em entrevista ao ‘Bola da Vez’ da ESPN, Rogério Ceni relembrou a curta passagem pelo Cruzeiro e os desafios que teve no comando do clube

Diego Lucio Castro de Oliveira
Torcedor do Corinthians, amante de MMA e Pro-Wrestling, profissional de TI e futuro jornalista

Crédito: Reprodução/Twitter

Hoje comandando o Fortaleza, Rogério Ceni está em casa! Mas antes deste retorno pro clube nordestino, o ex-goleiro teve curta e conturbada passagem pelo Cruzeiro. Na ocasião em 2019, Ceni teve poucos jogos pra implantar sua filosofia e ficou marcado por brigas com parte do elenco. Em entrevista ao programa ‘Bola da Vez’ da ESPN, que irá pro ar no próximo sábado(19), Ceni falou sobre o período no clube mineiro.

 

Fala Rogério Ceni!

O treinador falou que se tivesse continuidade no Cruzeiro, evitaria a queda do clube para a Série B. Além disso, revelou os principais culpados pelo descenso.

“Lamento muito não conseguir ajudar, mas uma coisa eu te digo: se eu tivesse ficado, com as mudanças que estavam sendo implementadas, o Cruzeiro não iria para a Série B. Isso eu garanto para você. Eu acho que o Cruzeiro conseguiria escapar da zona do rebaixamento. Os maiores culpados, ou melhor, uma pessoa em especial é culpada, que foi quem dirigiu o clube, não os jogadores.”

Parte financeira!

O Cruzeiro deve meio mundo na justiça, e isso não é novidade pra ninguém. Mas o caso de Rogério Ceni é ainda mais curioso, pois devido ao curto período no clube, o comandante não recebeu NADA do clube.

Eu paguei para trabalhar no Cruzeiro, é bom esclarecer isso. Eu gastei muito dinheiro para ir para Minas e nunca recebi um centavo por um dia de trabalho até hoje. Nunca entrei na justiça contra ninguém, não gosto disso, mas isso é muito triste, não receber uma ligação sequer. Absolutamente nada. Eu fico triste porque é um grande clube, mas eu gastei dinheiro! Paguei rescisão contratual de onde eu morava, rescisão contratual de onde eu aluguei imóvel, mais transferência.”

LEIA MAIS
São Paulo tem ajuda de ‘gols contra’ para empatar com o River Plate pela Libertadores

Pior ataque no Brasileirão, Coritiba anuncia dois estrangeiros para melhorar estatística

Futebol feminino pode ser a opção da Globo para substituir Fórmula 1 aos domingos

As melhores notícias de esportes, direto para você