Santos monta dossiê sobre VAR e envia questionamentos à CBF

Peixe quer explicações da entidade sobre demora e critérios do uso do árbitro de vídeo

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Reprodução

O Santos ainda não esqueceu as polêmicas recentes que teve com o VAR no Brasileirão. Por isso, preparou um documento apresentado à CBF para discutir usos e critérios do árbitro de vídeo em suas partidas.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes
https://www.facebook.com/TorcedoresOficial

De acordo com o Uol Esporte, o tal ‘dossiê’foi exibido à entidade em reunião com dirigentes do Peixe. O presidente José Carlos Peres, Matheus Rodrigues, do Comitê de Gestão e o coordenador da análise de desempenho, Bebeto Sauthier, estiveram no encontro da CBF para reclamar da arbitragem.

Acompanhe as notícias do seu time pelo Facebook

O dossiê contém lances de partidas do time nas quais o uso do VAR ter sido, na visão do clube, equivocado. Em especial, lances dos jogos entre Vasco e Flamengo, com lances polêmicos contra o Santos que tiveram interferência do árbitro de vídeo.

Contra o Vasco, um do gols dos cariocas foi validado por intermédio do vídeo e o VAR deu pênalti a favor dos cariocas. Contra o Flamengo, dois gols dos santistas foram anulados após revisão. O clube também alega que a revisão de lances também tem sido demorada.

Após a partida contra o Vasco, a diretoria santista havia enviado ofício para CBF questionando critérios e o uso da tecnologia nas partidas do Brasileirão. E reiterou uma cobrança para que a revisão de lances como os impedimentos seja feita de forma mais ágil.

Contra o Atlético-MG, na última quarta-feira (9), o árbitro de vídeo também entrou, mas para apitar um pênalti a favor do Peixe, que resultou no terceiro gol da equipe na vitória sobre o Galo, marcado por Marinho.

LEIA MAIS

Cuca diz que Santos não teve motivação extra por enfrentar Sampaoli