JR Smith fala sobre Sam Dekker, único companheiro que não gostava: “Falava coisas de Trump”

Vítima de JR Smith, Sam Dekker falava “coisas de Trump” que não agradavam o ala e ala-armador atualmente no Los Angeles Lakers

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores.com e contador de histórias do esporte.

Crédito: Twitter/Reprodução

JR Smith é um dos atletas mais lembrados da National Basketball Association (NBA) por um lance inusitado. Na NBA Finals 2018, enquanto atuava pelo Cleveland Cavaliers, ele segurou a bola enquanto LeBron James pedia a redonda para um arremesso nos segundos finais do Jogo 1. No final da série, o Golden State Warriors varreu a equipe de Ohio: 4-0. O ala e ala-armador, atualmente no Los Angeles Lakers, deu uma declaração interessante na última segunda-feira (26).

Falando ao podcast All Things Covered, JR Smith falou sobre o único companheiro com quem não gostou de jogar. Ou melhor, não gostou de estar no mesmo time. “Ao longo de toda a minha carreira, apenas tive um companheiro de que realmente não gosto. E ele sabe disso. Esse cara, Sam Dekker, é um cachorro. Eu não posso com esse cara. Ele disse algumas merdas falando um pouco de Trump, e eu, simplesmente não estava aceitando”, falou o atleta. Eles foram companheiros em 2018, no Cavaliers.

Perguntando sobre quais palavras de Sam Dekker ele discordava, JR Smith foi evasivo. Por sinal, ele falou mais de ideologias do que da parte partidária ou mesmo pessoalmente do presidente dos EUA. “É um padrão de pensamento. Você é ensinado isso. Ele é uma pessoa que está muito ciente das circunstâncias dos outros e quer mantê-los lá, ao invés de tentar ajudá-lo a se elevar. E eu não respeito nada nisso”, finalizou J. R. Smith na entrevista ao podcast.

LEIA MAIS
Equipe da NBA vê novo filme da saga Star Wars em shopping que era alvo de tiroteio
Terra plana: conheça as estrelas da NBA que acreditam na teoria
Craque do Golden State Warriors faz cirurgia e volta à NBA apenas em 2020, afirma empresário do jogador