Presidente do Cruzeiro diz o que o clube vai fazer, caso não suba para a série A

O Cruzeiro vive um momento delicado de sua história, rebaixado na temporada passada, o time não consegue uma boa sequência na segunda divisão

Jeferson Macedo
Colaborador do Torcedores.com.

Foto: Reprodução

Rebaixado no Campeonato Brasileiro da temporada passada, o Cruzeiro não vive  uma bom momento na série B. Penúltimo colocado da competição, o time mineiro está 14 pontos atrás do quarto colocado.

O Cruzeiro vai ter que ralar muito, caso queira subir para a série A. Mesmo com as dificuldades em campo e fora, o presidente do clube Sérgio Santos Rodrigues, ainda acredita em uma recuperação do time.

“É claro que a gente quer e batalha pelo acesso ainda, e sabemos que é possível. A gente tem o exemplo local, o América, no ano passado chegou no returno na zona do rebaixamento e fez uma campanha que só não terminou com a classificação na última rodada porque teve uma infelicidade dentro de casa, perdeu para um clube que já estava rebaixado. A gente vai trabalhar e nosso foco total é na Série A”, disse em entrevista aos canais Fox Sports.

Acompanhe as notícias do seu time pelo Facebook

O presidente do clube também disse que o clube já pensa em um “plano B”, caso o time não suba para a série A nesta temporada. Segundo ele, o clube vai tentar manter um o nome vendendo jogadores e patrimônios para sobreviver.

“O Cruzeiro é um time que tem mais de meio bilhão em patrimônio, temos muitos jovens, somos o time com mais minutagem de jogadores Sub-23 e Sub-20 na Série B. Vários com propostas que já chegaram, e que a gente recusou. Então, se a gente não tiver esse acesso, repito que a gente não quer nem pensar nisso, mas, se isso acontecer, é claro que a gente vai ter que utilizar esses outros ativos que o Cruzeiro tem, sejam imobilizados ou mobilizados, para buscar essa nova forma de captação de recursos e, claro, também readequar a dívida, como a gente fez agora em algumas da Fifa. A ideia é encaixar a dívida dentro do nosso fluxo”, contou.

LEIA MAIS:

Ex-técnico da Inter critica Roberto Carlos: “Chutou 28 faltas e não fez gol”