Ex-armador do Portland Trail Blazers, Terry Porter critica elenco da equipe: “Não sei quem é o cestinha”

Ex-armador, que passou dez anos no Portland Trail Blazers, afirmou que falta um pontuador à franquia; Terry Porter também enumerou favoritos no Oeste

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores.com e contador de histórias do esporte.

Crédito: Twitter/Reprodução

As últimas sete temporadas da National Basketball Association (NBA) tiveram uma série de transformações. Algo, porém, não mudou. O Portland Trail Blazers se classificou para os playoffs na Conferência Oeste. Apesar da consistência, o atual elenco da franquia não inspira confiança em Terry Porter, armador que passou dez anos na franquia de Oregon. As declarações foram dadas ao podcast Talkin ‘Blazers.

Para Terry Porter, falta ao Trail Blazers cestinhas no elenco. “Você olha para o Oeste, os times de elite têm três pontuadores genuínos. Três caras que podem conseguir 20 pontos por noite. Não sei quem os Blazers têm como esse jogador. Os Blazers vão ter que continuar tentando construir esse elenco e colocar peças em seu elenco que podem continuar a crescer”, destacou o atleta.

O ex-atleta ainda enumerou as equipes que devem vir fortes para a temporada 2020/2021. “Golden State vai voltar no ano que vem. Denver não vai a lugar algum, vai estar lá. Clippers vai estar lá. Lakers vai estar lá… Thunder, você pode dizer Dallas, você pode até meio que dizer Houston ainda. New Orleans pode intensificar”, destacou Terry Porter.

E, na visão de Terry Porter, tais elencos podem complicar a busca de Portland pelos playoffs. “Eles ainda vão precisar de um cestinha, porque quando eles vão contra times de elite na temporada regular você pode dar conta, mas quando você enfrenta os times de elite nos playoffs, então se torna um grande fator como você será capaz de defender esses caras, mas também como eles serão capazes de ser produtivos”

Elogios

Não apenas críticas foram feitas ao elenco do Portland Trail Blazes por Terry Porter. “A equipe tem algumas peças realmente boas. Eles não puderam estar juntos. Nurkic, eu acho, jogou muito bem. Ele se machucou, infelizmente, durante alguns momentos cruciais do ano. Zach Collins é do mesmo jeito”, finalizou o ex-armador.

LEIA MAIS
Equipe da NBA vê novo filme da saga Star Wars em shopping que era alvo de tiroteio
Terra plana: conheça as estrelas da NBA que acreditam na teoria
Craque do Golden State Warriors faz cirurgia e volta à NBA apenas em 2020, afirma empresário do jogador