Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Campeão da World Series, Dave Roberts fala sobre ser o único manager afrodescendente na MLB

Em entrevista ao The Washington Post, Dave Roberts afirmou que “não tem o luxo de falhar”; profissional foi o campeão da World Series 2020

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores.com e contador de histórias do esporte.

Crédito: Twitter/Reprodução

Atual campeão da Major League Baseball (MLB), o manager do Los Angeles Dodgers não está totalmente satisfeito. Dave Roberts, treinador da equipe californiana, concedeu entrevista ao jornal The Washington Post e falou sobre questões raciais. Para ele, certas minorias não são representadas como deveriam na liga.

Dave Roberts, filho de um afrodescendente com uma asiática, foi sucinto ao falar sobre representatividade no cargo que ocupa. “Deveria haver outros antes de mim. Esta lacuna não deveria ser tão grande”, afirmou.

Na sequência, Dave Roberts falou o quão pressionado ele se sente pelas etnias que representam. “Eu sinto que não tenho o luxo de falhar. Eu preciso ter sucesso para dar a outras minorias a oportunidade de gerenciar times. E, também, mostrar para a indústria que existem muitas pessoas capazes. Eu adoraria pensar que, com a minha origem afro-americana e asiática, há outros que podem fazer o mesmo e que merecem oportunidades”, afirmou.

Indústria branca

Em outro momento da entrevista, Dave Roberts deu detalhes de como certo preconceito velado acontece. “As pessoas neste jogo, como em toda indústria, gostam de pessoas que pensam de forma semelhante e que se parecem com elas. As pessoas que controlam o baseball são a América branca. Então, acredito que como resultado disto você vê muito mais contratações de pessoas semelhantes. Eu acho que o baseball precisa fazer um trabalho melhor em não contratar pessoas de dentro desta caixa”, finalizou o general manager.

A vitória do Los Angeles Dodgers na World Series 2020 foi a primeira com um manager afrodescendente na World Series desde 1993. Na National League, foi a primeira vez desde 1876 que um afrodescendente conquistou o título.

LEIA MAIS
Chamado de “bonitão” por companheiro, experiente quarterback da NFL afirma: “Ainda tenho gasolina no tanque e posso fazer muito mais”
Torcedor que usou laser para atrapalhar Tom Brady na NFL é condenado a pagar multa e jamais entrará em estádio novamente
Nike cancela lançamento de tênis que tinha bandeira dos EUA ligada à segregação racial após protesto de ex-jogador da NFL