Galvão Bueno aponta “maior problema” do Flamengo e faz alerta: “Não é mais um time compacto”

Narrador acredita que o Flamengo precisa se ajustes defensivos

Bruno Romão
23 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Reprodução/TV Globo

Em participação no programa “Seleção SporTV“, Galvão Bueno analisou o atual momento do Flamengo. Mesmo com a classificação do time na Copa do Brasil, o narrador afirmou que Domènec Torrent precisa realizar ajustes defensivos. Sendo assim, em sua visão, um dos principais problemas está na saída de bola, fator que vem gerando falhas, e consequentemente gols dos adversários.

“Essa saída de bola do Flamengo, passando pelo goleiro, está cada vez mais difícil. Consegue sair pela direita com o Isla e pela esquerda com o Filipe Luís. Pelo meio, sem o Rodrigo Caio, o time não tem saída. Vem passes errados, falhas individuais (…) É evidente que não é mais um time compacto. Tem esse espaço entre o meio-campo que teria que proteger os zagueiros jovens, ou aqueles que não tem tanta habilidade. Nesse aspecto coletivo surgem as falhas individuais”, declarou.

“O problema maior do Flamengo é que ele perdeu a saída de bola pelo meio. O Dome já devia ter mudado, puxado uma saída de bola com o Filipe Luís pelo meio, trazer o Bruno Henrique pela esquerda. Quando a bola chega nos dois zagueiros e começam a utilizar o goleiro, o time adversário cresce, cobre o espaço e vem o erro. O Hugo estava dividindo bola, chutou a poupança do adversário e o juiz marcou errado”, completou.

No fim de semana, o Flamengo vai precisar ter atenção redobrada na primeira rodada do returno do Brasileirão. Isso porque o Rubro-Negro terá pela frente o Atlético-MG, fora de casa. No início do campeonato, o Galo bateu o time de Dome por 1 a 0, e o próximo embate, mais uma vez, promete ser bastante disputado.

LEIA MAIS