Mundial bate com fim do Brasileirão e CBF tem problema com a FIFA

Entidade máxima do futebol considerou apenas as competições continentais

Matheus Camargo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Matt Roberts/Getty Images

A FIFA confirmou na última terça-feira (17) que o Mundial de Clubes 2020 será realizado de 1 a 11 de fevereiro de 2021, tendo início dois dias após o fim da Copa Libertadores.

O problema é que a entidade máxima do futebol levou em consideração para chegar à data apenas as competições continentais, ignorando os torneios nacionais, o que gerou um problema grave para a CBF.

Isso porque o Brasileirão estará em sua reta final em fevereiro e, caso um clube brasileiro vença a Libertadores, o Mundial ocupará datas entre a 33ª e a 36ª rodada da competição.

Acompanhe as notícias do seu time do coração pelo Facebook

A CBF se preocupa com o fato, já que como será em reta final, não será possível remarcar tais jogos posteriormente, por falta de datas, e previamente, visto que o campeão da Libertadores sairá, como já dito, apenas dois dias antes do início do Mundial.

A nota da FIFA deixa claro que foram levados em consideração apenas as competições continentais, sendo a Libertadores a última delas:

“A introdução de protocolos de volta ao futebol facilitou o retorno dos campeonatos continentais. O último deles vai acabar no final de janeiro de 2021. Como consequência disso, o Mundial de Clubes acontecerá de 1 a 11 de fevereiro de 2021 no Catar, país designado como anfitrião originalmente pelo Conselho da Fifa em junho de 2019”

A CBF admitiu que tem o problema em análise com urgência e deve ir à FIFA para tentar resolver de alguma maneira a questão, visto que pode ser crucial para a reta final da disputa pelo título brasileiro.

Seis clubes brasileiros estão na Libertadores e podem chegar ao Mundial: Flamengo, Palmeiras, Santos, Grêmio, Internacional e Athletico Paranaense.

Leia mais:
Clubes do Brasileirão enfrentam crise de Covid-19 e tentam investida na CBF por adiamento de jogos

Crise de Covid-19: Jogos de seleções explodem casos entre atletas

Três clubes do Brasileirão se unem e questionam arbitragem após rodada do Brasileirão