Vinicius nega ser o maior goleiro da história do Remo e alerta sobre ansiedade por classificação: “tem que conter”

Jogador está no time azulino desde 2017 e acumula atuações memoráveis para o torcedor

Octávio Almeida Jr
Jornalista graduado pela Universidade da Amazônia (UNAMA), 27 anos.Repórter de campo pela Rádio Unama FM em duas finais de Campeonato Paraense (anos 2016 e 2017).

Crédito: Samara Miranda/ascom Remo

Bicampeão estadual (2018 e 2019), idolatrado pela torcida do Remo, decisivo e referência técnica. Este é o perfil construído pelo goleiro Vinicius, desde que desembarcou em Belém para defender o time azulino, em 2017. Motivos não faltam para ele ser considerado um dos principais jogadores da posição na história centenária do clube paraense.

Vinicius tem títulos, já carregou a faixa de capitão em vários jogos e acumula desempenhos inesquecíveis para o torcedor azulino como, por exemplo, nos dois jogos da final do Campeonato Paraense 2018, diante do Paysandu.

Em entrevista coletiva realizada no estádio Baenão, o atleta negou ser o maior goleiro da história do Remo. “Não. A gente segue firme ainda com o pensamento de conquistar muito mais pelo clube, focado nessa conquista do acesso que é o nosso principal objetivo no ano. (A Série C) é o campeonato que temos pela frente”, iniciou.

“Vamos seguir trabalhando firme pra conquistar esses objetivos coletivos, os objetivos individuais pra que a gente possa estar marcando o nosso nome também na história que é muito importante”, acrescentou Vinicius.

De acordo com dados do site OGOL, o jogador acumula 118 jogos oficiais pelo Mais Querido.

Ansiedade por classificação

Vinicius também falou sobre a Série C. O time azulino, atualmente, é o 3° colocado no grupo A da competição e tem 26 pontos. Uma vitória pode classificar, matematicamente, o Remo para a segunda fase do torneio. Entretanto, o Leão já desperdiçou uma chance de avançar de fase, quando foi derrotado por 2 a 0 para o Santa Cruz.

“O desejo de classificação é muito grande, mas a gente tem que conter essa ansiedade. Tentamos, no jogo passado, um jogo mais agressivo, mais intenso. Conseguimos, em alguns aspectos, colocar em prático aquilo que combinamos. Mas, infelizmente, o resultado positivo não veio. Agora temos mais uma oportunidade”, disse.

O próximo jogo será contra o Botafogo-PB. O duelo está marcado para segunda-feira (23 de outubro), a partir das 20h, no estádio Almeidão.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

“Pensamos, exclusivamente, em vencer o próximo jogo pra que a gente possa estar mais tranquilo nos dois últimos jogos que faltam”, finalizou Vinicius.

Leia também:

Eleito vereador, Vinicius nega problemas em conciliar política e futebol: “não vai me atrapalhar”

Vinicius sobre renovação para ficar no Remo: “não há nada ainda”