Bradley Beal fala sobre saída de John Wall do Wizards: “Ele é meu irmão e nosso relacionamento vai muito além do basquete”

Em entrevista ao The Athletic, Bradley Beal falou sobre o fim da parceria com o “irmão” – e, também, sobre a chegada de Russell Westbrook ao Wizards

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores.com e contador de histórias do esporte.

Crédito: Twitter/Reprodução

Desde 2012, uma dupla deu muitas alegrias aos torcedores do Washington Wizards e dos fãs de basquete em geral. Bradley Beal e John Wall, durante oito anos, estiveram juntos na franquia da capital dos Estados Unidos na National Basketball Association (NBA). A parceria, entretanto, foi desfeita no último período de free agency. O segundo atleta se mudou para o Houston Rockets. E, de acordo com o primeiro atleta citado, a despedida foi dura.

Em entrevista ao portal The Athletic, Bradley Beal destacou que o período que intensificou as conversas sobre a transferência foram intensas para ele. “Foi uma semana emocionante. Definitivamente foram 24, 48, 72 horas difíceis aqui, apenas deixando tudo se infiltrar e percebendo que seu irmão não está mais aqui com você. Ele está indo para algo melhor. É uma situação difícil porque John é meu irmão e nosso relacionamento vai muito além do basquete”, emocionou-se Bradley Beal, ala-armador e ala do Wizards. Wall, por sua vez, é armador.

Compensação

Se um grande atleta sai do Wizards, um grande atleta chega. Na transferência, ficou acordado que Russell Westbrook irá para Washington. Sobre o novo parceiro em quadra, Bradley Beal também demonstrou confiança sobre o rendimento da equipe. “Ele é um verdadeiro armador e eu sou um verdadeiro ala-armador. Eu acho que, por si só, isso vai nos unir… todos têm em mente que Russ é muito agressivo, mas eu adoro isso”, finalizou Bradley Beal.

LEIA MAIS
Equipe da NBA vê novo filme da saga Star Wars em shopping que era alvo de tiroteio
Terra plana: conheça as estrelas da NBA que acreditam na teoria
Craque do Golden State Warriors faz cirurgia e volta à NBA apenas em 2020, afirma empresário do jogador