Armador do Hawks, Rajon Rondo é acusado de agressão física e verbal contra mulher em estacionamento

De acordo com o portal TMZ, Toktam Jorshari quer mais de um milhão de dólares de indenização de Rajon Rondo e da namorado por discussão em estacionamento

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores.com e contador de histórias do esporte.

Crédito: Twitter/Reprodução

Armador atualmente no Atlanta Hawks, Rajon Rondo está enfrentando uma polêmica fora das quadras. De acordo com o site TMZ, o atleta da National Basketball Association (NBA) está enfrentando um processo por agressão verbal e física contra uma mulher. A acusação foi feita por Toktam Jorshari, e o pano de fundo foi uma discussão envolvendo vagas em um estacionamento.

Jorshari mora no mesmo condomínio que a namorada de Rajon Rondo. De acordo com a acusação, o atleta parou o carro e uma vaga para deficientes físicos, e a acusadora parou ao lado, para descarregar uma mesa. Ao não conseguir entrar no carro, o atleta berrou “Vadia, por que você acha que pode estacionar aí?”. Mesmo de máscaras, os berros assustaram Jorshari. Instantes depois, ele empurrou a acusadora contra o carro dela mesma. Ela caiu, e, então, a namorada do armador começou a agredi-la.

Mais do que isso: de acordo com Jorshari, Rajon Rondo viu tudo e nada fez. Pior: foi ele quem deu a “permissão” para que as agressões acontecessem. A acusadora afirma que tudo foi gravado pelas câmeras de segurança e pede uma indenização de mais de um milhão de dólares. O processo abrange três queixas:

– Agressão
– Imposição de sofrimento emocional
– Conspiração

Defesa

De acordo com o advogado de defesa de Rajon Rondo, Mark D. Baute, a história é bem diferente. Eu vi o vídeo. Rajon Rondo foi educado durante todo o encontro. Jorshari não usava máscara e se demonstrou instável e rude. Nós vamos defender o caso e vencer”, finalizou.

LEIA MAIS
Equipe da NBA vê novo filme da saga Star Wars em shopping que era alvo de tiroteio
Terra plana: conheça as estrelas da NBA que acreditam na teoria
Craque do Golden State Warriors faz cirurgia e volta à NBA apenas em 2020, afirma empresário do jogador