Band ameaça punir participantes de Jogo Aberto e Os Donos da Bola, revela colunista

Chefia da emissora não está nada contente com a troca de farpas recente entre o apresentador Neto e o comentarista Denílson

Marcel Thomé
Colaborador do Torcedores.com

Crédito: Reprodução/Bandeirantes

O clima entre os dois maiores programas esportivos da Band não está nada bom e pode haver punição para os responsáveis. Recentemente, Neto, apresentador do “Os Donos da Bola”, e Denílson, principal comentarista do “Jogo Aberto”, trocaram farpas públicas por causa de posicionamento sobre uma festa realizada pelo Palmeiras para comemorar a conquista do título da Copa Libertadores.

Segundo o colunista Flavio Ricco, do R7, a situação gerou um grande mal-estar na emissora e a chefia promete tomar as medidas necessárias para acabar com os conflitos. São esperadas punições.

Entenda o caso de conflitos na Band

No dia seguinte à festa do Palmeiras – restrita somente a jogadores, comissão técnica, diretoria, além de amigos e familiares e seguindo os protocolos de saúde, segundo o clube -, Neto criticou a aglomeração em meio à pandemia do Covid-19. Disse que “tem coisa que não precisa em um momento desses, né?”.

Leia também: Band define saída de comentarista do Jogo Aberto

Um dia depois foi a vez de Denilson classificar como “hipocrisia” a crítica à festa alviverde.

Todos os clubes gostariam de estar vivendo este momento. Ganhar um Paulista, estar na final da Copa do Brasil e ganhar a Libertadores. A gente precisa deixar de hipocrisia e parar de criticar o Palmeiras só por causa do Mundial. Tem que comemorar e muito“, afirmou o comentarista, sem citar Neto.

O apresentador do “Os Donos da Bola” não gostou nada da cutucada e devolveu a pancada, deixando claro que se referia a Denílson.

Teve gente aqui na Band que falou que é hipocrisia da nossa parte falar da festa do Palmeiras. Mas não é da festa, e sim da aglomeração de 250 pessoas. O título da Libertadores tem que ser comemorado com 17 milhões de pessoas quando puder. Hipocrisia é ter mil pessoas na praia, 800 festas clandestinas de Carnaval. Quando (a gente critica) qualquer clube que faz isso, não é hipocrisia, sabe por quê? Porque quando você perde um ente querido, você vê a situação. Hipocrisia é querer fazer média falando que é hipocrisia“, criticou Neto.

O apresentador ainda insinuou que poderia chegar “às vias de fato”, se essa fosse a vontade de Denílson.

Tem que esperar quando todo mundo estiver vacinado. A hipocrisia não pode estar junto com o futebol, para achar que é ídolo. Hipócrita é quem pensa assim. Se quiser tirar satisfação comigo, fala no corredor. Eu não faço média com ninguém, nem com o Corinthians. Não sou comentarista social”, concluiu.

Desde então, o clima entre os personagens dos dois programas não está nada bom e medidas serão tomadas.

LEIA MAIS: