NFL: relembre cinco Super Bowls que ficaram marcados na história

Nos embalos do grande duelo entre Kansas City Chiefs e Tampa Bay Buccaneers no Super Bowl LV, recorde momentos históricos da “final” da NFL

Diego Ribeiro
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução/NFL Brasil

A cada minuto que passa, o coração do fanático pela NFL bate mais forte. Neste domingo (7), a partir das 20h30 (horário de Brasília), Kansas City Chiefs e Tampa Bay Buccaneers decidem aquele que para muitos é o maior espetáculo do mundo dos esportes: o Super Bowl.

Com requintes históricos, o Super Bowl LV (55) coloca frente a frente dois jogadores impressionantes: Tom Brady contra Patrick Mahomes. O primeiro, uma lenda da bola oval, considerado por muitos o maior jogador de todos os tempos. E o outro, nada menos do que o candidato a superar os feitos de Brady. Duelo simplesmente imperdível!

No entanto, ao longo da história o futebol americano se mostrou imbatível no âmbito de “dar show”. A cada ano, a cada temporada, os torcedores apaixonados são agraciados com jogos memoráveis. Muitos deles justamente no tão aguardado Super Bowl.

Dessa forma, no “esquenta” do Super Bowl LV, o Torcedores.com decidiu relembrar cinco finais da NFL de tirar o fôlego. O intuito é te preparar para o confronto do próximo domingo, que promete ser espetacular. Confira abaixo:

Super Bowl LI – New England Patriots 34 x 28 Atlanta Falcons

Data: 5 de fevereiro de 2017

Local: NRG Stadium, em Houston, Texas

Ah, o Super Bowl LI (51)… Essa lista não poderia começar de outra forma. Naquela final aconteceu de tudo e mais um pouco: decisão na prorrogação (a primeira da história), virada inacreditável, Tom Brady decisivo e show da Lady Gaga. Precisa falar mais alguma coisa?!

Se você não se lembra, vamos refrescar sua memória. No decorrer dos minutos do terceiro quarto, o Atlanta Falcons, de Matt Ryan, vencia o jogo por 28 a 3. Isso mesmo! Você não leu errado. A vantagem era enorme, mas não para Tom Brady e companhia.

O New England Patriots tirou forças Deus sabe de onde, anotou seis pontos ainda no terceiro período e aplicou um 19 a 0 acachapante no último quarto. Assim, a decisão foi para a prorrogação. E a franquia de Massachusetts não mais tomou conhecimento do adversário, anotou mais seis pontos e ficou com o seu quinto título da NFL.

Super Bowl XIII – Pittsburgh Steelers 35 x 31 Dallas Cowboys

Data: 21 de janeiro de 1979

Local: Miami Orange Bowl, em Miami, Flórida

Toda lista de maiores Super Bowls da história que se preze precisa conter ao menos um dos duelos entre Steelers e Cowboys dos anos 70. Isso porque as franquias eram as mais populares naquela época. Aliás, ainda hoje fazem muito barulho quando o assunto é futebol americano.

Na oportunidade, inúmeros jogadores que atualmente estão no Hall da Fama da NFL estavam em campo. Entre eles estava Terry Bradshaw, que conduziu Pittsburgh ao título. Com quatro passes para touchdown e 315 jardas aéreas, ele estabeleceu os recordes dos dois quesitos à época e de quebra levou o prêmio de MVP.

Vale ressaltar que o embate protagonizou emoção até o fim. Os Cowboys anotaram o último TD com o relógio apontando 22 segundos. Apesar disso, a tentativa de onside kick acabou sendo frustrada.

Super Bowl LII – Philadelphia Eagles 41 x 33 New England Patriots

Data: 4 de fevereiro de 2018

Local: U.S. Bank Stadium, em Minneapolis, Minnesota

Clima de revanche e chance de entrar para história. Esse era o sentimento dos jogadores e da torcida do Philadelphia Eagles no Super Bowl LII (52). Alguns anos atrás, em 2005, o mesmo New England Patriots havia imposto uma derrota de 24 a 21 na franquia da Pensilvânia no Super Bowl XXXIX (39).

Mas naquele ano a equipe não contava com Nick Foles e o head coach Doug Pederson. O placar de 41 a 33 ganhou contornos de brilhantismo após a chamada espetacular no final do segundo quarto daquele jogo. O Philly Special com o tight end Trey Burton lançando a bola na end zone para Foles mostrou que os Eagles, enfim, levariam para a Filadélfia o Vince Lombardi. E assim aconteceu.

Super Bowl XXVII – Dallas Cowboys 52 x 17 Buffalo Bills

Data: 31 de janeiro de 1993

Local: Rose Bowl, em Pasadena, Califórnia

Bom, você deve estar se perguntando o que esse Super Bowl tem de tão especial. Afinal, foi uma verdadeira lavada dos Cowboys para cima dos Bills. De fato, foi. Porém, as circunstâncias e as personagens envolvidas no duelo tornam essa final mais do que histórica.

Primeiro, nada mais nada menos do que Orenthal James Simpson, o “O.J.”, realizou o sorteio do início do confronto. Coube ao ex-atleta, maior jogador dos Bills naquele instante, o papel de jogar a moeda para o alto. Ele, que jogou a sua carreira para o alto ao ser o protagonista do “Julgamento do Século” sob a acusação de ter assassinado a ex-mulher e um homem.

Mais do que isso, o show do intervalo teve o comando de Michael Jackson. Após o “Rei do pop”, iniciou-se uma tradição que perdura até os dias atuais: a contratação de grandes artistas para o show do intervalo pela NFL.

Dentro de campo, Troy Aikman, hoje comentarista, conduziu com facilidade os Cowboys ao tricampeonato.

Super Bowl XLIX – New England Patriots 28 x 24 Seattle Seahawks

Data: 1 de fevereiro de 2015

Local: University of Phoenix Stadium, em Glendale, Arizona

Parece que emoção, Super Bowl e New England Patriots cabem perfeitamente na mesma frase. De novo, a franquia de Massachusetts aparece na lista. E com mérito. Em 2015, Patriots e Seahawks protagonizaram um duelo de tirar o fôlego, decidido apenas nos instantes finais.

Na ocasião, os Seahawks contavam com uma das maiores defesas da história da NFL. Além disso, no terceiro quarto, comandados por Russell Wilson, a franquia abriu 10 pontos de vantagem. Muita coisa, principalmente tendo em vista a temporada realizada pelos jogadores defensivos, tais como Richard Sherman, Bobby Wagner, Kam Chancellor e Michael Bennett. Missão quase impossível para Tom Brady e sua trupe.

Entretanto, quando se trata de grandes feitos, o New England de Brady e Bellichick é infalível. No último quarto, os Patriots anotaram 14 pontos e viraram a partida. Mas a jogada da noite ainda estava por vir.

Depois de uma recepção milagrosa e monumental de Jermaine Kearse colocar Seattle na red zone, mais precisamente na linha de uma jarda, outra virada parecia que ia acontecer. Porém, apesar de contar com o ótimo Marshawn Lynch, Pete Carroll decidiu pelo passe. Wilson lançou e o herói da noite, Malcolm Butler, surgiu na end zone para realizar a interceptação e garantir a vitória dos Pats. Final épico!

O próximo duelo histórico acontece neste domingo (7), às 20h30 (horário de Brasília). Os Chiefs, de Patrick Mahomes, encaram os Bucs, de Tom Brady. Ambos buscam o Super Bowl LV. Alerta de jogaço!

LEIA MAIS:

Super Bowl LV: onde assistir o duelo entre Kansas City Chiefs e Tampa Bay Buccaneers

Brady? Mahomes? Veja quem de Chiefs e Buccaneers pode fazer a diferença no Super Bowl LV