Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Lou Williams sobre sair do Clippers e ser transferido para o Hawks: “Pensei em me aposentar”

Antes do último dia da transferência do Los Angeles Clippers para Atlanta, Lou Williams destacou que choque inicial foi superado

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores.com e contador de histórias do esporte.

Crédito: Twitter/Reprodução

O último dia da free agency da National Basketball Association (NBA) 2020/2021 na temporada 2021, como de costume, foi intensa. Uma das tantas trocas ocorridas envolveu Lou Williams. O atleta, que estava no Los Angeles Clippers, foi enviado para o Atlanta Hawks. No negócio, Rajon Rondo foi para a California, enquanto a franquia da Georgia também receberá duas picks de segunda rodada no Draft NBA 2021. A troca, entretanto, demorou para ser digerida.

Na entrevista coletiva de reapresentação de Lou Williams no Hawks, ele foi bastante sincero sobre o que achou da transferência. “Pensei em me aposentar ontem. Você dá tanto para uma organização e você acorda e boom, não é mais. Então, no verdadeiro estilo da Clipper Nation, fui lembrado de que meu talento e contribuição eram apreciados. Isso me fez refletir sobre o que está por vir”, destacou, falando sobre o que o motivou a seguir a carreira na Georgia.

Logo na sequência, Lou Williams voltou a falar em tom bem mais otimista. “Ainda há muito no meu tanque e tenho o privilégio de continuar minha carreira no meu quintal”, finalizou.

Armador e ala-armador, Lou Williams foi selecionado no Draft NFL 2005, pelo Philadelphia 76ers até 2012. De lá, começou a rodar: a primeira passagem dele pelo Hawks aconteceu entre 2012 e 2014. Depois, ele atuou em Toronto Raptors, Los Angeles Lakers e Houston Rockets antes de chegar ao Clippers.

LEIA MAIS
Chamado de “bonitão” por companheiro, experiente quarterback da NFL afirma: “Ainda tenho gasolina no tanque e posso fazer muito mais”
Torcedor que usou laser para atrapalhar Tom Brady na NFL é condenado a pagar multa e jamais entrará em estádio novamente
Nike cancela lançamento de tênis que tinha bandeira dos EUA ligada à segregação racial após protesto de ex-jogador da NFL