Muricy avalia paralisação do Campeonato Paulista e possível mudança: “Estranho jogar em outro estado”

Dirigente do São Paulo também aprovou medida de manter treinamentos nos clubes

Bruno Romão
24 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Reproduçã

Em participação no programa “Arena SBT”, Muricy Ramalho analisou a decisão do Governo de São Paulo de suspender o Campeonato Paulista. Dessa forma, em sua visão, a medida foi justa, já que a pandemia segue avançando em todo o país, desde que os treinamentos fossem mantidos.

“Como está tudo parado, então o futebol, como exemplo, teria que parar também, fazer o que os outros seguimentos fazem. Isso eu sou de acordo. Só não sou de acordo de parar os treinamentos, porque, nos treinamentos, a gente cuida dos jogadores. Se eles forem para casa, com certeza vai haver problemas de contaminação“, declarou.

Além disso, Muricy considera que jogar o Paulistão em outro estado seria algo estranho. Isso porque o ex-treinador considera que o futebol pode parar por 15 dias para dar exemplo para a população. No momento, a FPF estuda levar a competição para Minas Gerais no período, com São Bento x Palmeiras já marcado para ocorrer em Belo Horizonte.

“Sei lá, meio estranho a gente jogar um jogo do Campeonato Paulista em outro Estado. Me soa estranho. Agora, existe também o lado comercial da federação. O futebol tem que dar exemplo, dá para segurar 15 dias. Agora, tem que deixar os jogadores treinar. Se não deixar, aí vai complicar”, disse.

LEIA MAIS