Muricy fala sobre discussão com policial na praia: “Queriam só fazer graça comigo”

Dirigente do São Paulo e ex-técnico, Muricy Ramalho foi flagrado em uma praia privada durante a pandemia. Vídeos da discussão repercutiram nas redes sociais

Rafael Brayan
Estudante de jornalismo. Colaborador especialista e editor-plantonista do Torcedores.

Crédito: Reprodução

O ex-técnico e agora dirigente do São Paulo, Muricy Ramalho, deu a sua versão após vídeo em que aparece discutindo com policiais em uma praia privada ser divulgado. De acordo com o profissional, os policiais “queriam só fazer graça comigo” e justificou o porquê de aparecer no vídeo sem máscara.

+ Mauro Beting discorda de Caio Ribeiro, mas critica Casagrande: “Pegou muito pesado”

+ Tino Marcos é Flamengo! Veja o time dos 40 principais jornalistas esportivos

“Os caras só queriam fazer uma graça comigo mesmo, porque a praia continuou lotada. Eu sou muito rígido em relação a protocolo. Eu estou aqui há um ano e pouco, porque é muito difícil pra mim se eu pegar esse vírus, pelas coisas que eu tenho”, disse ao Arena SBT.

“Nem meus filhos entram no meu apartamento. Os caras realmente não cumprem as regras, era uma coisa eles mudaram completamente. Tive até que tirar a máscara para respirar e responder eles um pouco mais forte, porque eles foram muito folgados”, completou Muricy Ramalho.

VEJA TAMBÉM:

Governador de SP, João Dória detona o atacante Gabigol: “Que vergonha”

FPF marca jogo do Paulistão em Belo Horizonte e arcará com custos de viagem

Luciano reclama de arbitragem e Nadine Bastos aponta erro do VAR contra o São Paulo