Chapecoense exige pagamento na multa rescisória para liberar atacante ao Botafogo

Anselmo Ramón tem contrato com o clube catarinense até dezembro de 2021

Wilson Pimentel
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/ Chapecoense

A Chapecoense está irredutível e não facilitará a ida de Anselmo Ramón para o Botafogo. O Torcedores.com apurou que o clube catarinense exige R$ 1 milhão para liberar o centroavante para a equipe alvinegra. Seu contrato com o Verdão vai até dezembro de 2021.

Anselmo Ramón já tem acordo verbal com o Botafogo e está disposto a pressionar para ser liberado. Mas nem mesmo o argumento do jogador está sendo suficiente para convencer a direção da Chapecoense.

Enquanto o Verdão do Oeste Catarinense pede R$ 1 milhão, o Botafogo, por sua vez, não está disposto a empenhar essa quantia. Afinal, todos os jogadores contratados chegaram sem custos para o clube.

A transferência de Anselmo Ramón para o Botafogo se arrasta há dias. O jogador de 32 anos tem dois gols em cinco partidas nesta temporada. Nesse ínterim, acumulou 360 minutos em campo somando as atuações no Campeonato Catarinense e Recopa Catarinense.

A carreira de Anselmo Ramón

Nascido em Camaçari, Bahia, Anselmo Ramón Alves Herculano é cria das divisões de base do Cruzeiro. Após ser promovido ao profissional em 2008, ele foi emprestado em sequência ao Itaúna-MG, Cabofriense, Kashiwa Reysol-JAP, Rio Branco-SP, Avaí, Cluj-ROM e Oeste.

Posteriormente, o centroavante retornou ao Cruzeiro onde atuou entre 2011 e 2013. Nesse ínterim, disputou 83 jogos e marcou 25 gols. Em seguida, Anselmo se transferiu para o Hahgzhou Greentown, da China.

Em 2018, ele retornou ao futebol brasileiro onde passou por Guarani e Vitória. Em 2020, foi contratado pela Chapecoense. De lá para cá, Anselmo Ramón defendeu o Verdão do Oeste Catarinense em 49 oportunidades e balançou as redes 14 vezes.

Ao longo da carreira, o atacante somou três conquistas ao seu currículo. Pelo Cruzeiro, conquistou a Série A do Campeonato Brasileiro (2003), enquanto pela Chapecoense venceu a Série B do Campeonato Brasileiro (2020) e o Campeonato Catarinense (2020).

LEIA MAIS: 

Sport se acerta com Athletico Paranaense e encaminha contratação de goleiro por empréstimo 

Fora do mercado desde 2019, Zé Ricardo é o favorito para comandar a Chapecoense 

Ex-técnico do Bragantino, Antônio Carlos Zago não resiste a maus resultados e é demitido pelo Kashima Antlers