Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Saiba quem são as sete maiores vendas do Atlético-MG na história

Confira os jogadores que mais renderam dólares em negociações em toda a história do clube Galo. São as sete maiores vendas da história do Atlético-MG

Lucas Mello
Colaborador do Torcedores

Crédito: Jemerson é a terceira maior venda da história do Atlético-MF - Bruno Cantini/Atlético-MG

O Atlético-MG é um clube que conseguiu grandes vendas com jogadores que atingiram sucesso na seleção brasileira, seja na principal, seja na de base. A venda de Toninho Cerezo, nos anos 1980, foi por anos a maior do Brasil.

Aniversário CLUBE EXTRA

Clique e veja as melhores promoções!

Confira abaixo as sete maiores vendas da história do Atlético-MG

*apesar da moeda base para venda de jogadores hoje seja o euro, o dólar foi adotado para as vendas do Atlético-MG, porque uma de suas maiores vendas veio antes do surgimento da moeda, em 1999.
*Conteúdo baseado nas informações do site TransferMarkt

7° – Douglas Santos (lateral-esquerdo) – Hamburgo-ALE (7,2 milhões de dólares/ Agosto de 2016) (6,5 milhões de euros)

Titular da seleção brasileira na conquista do ouro olímpico, o lateral foi vendido ao futebol alemão. O Galo fico com todo o valor da venda.

6° – Toninho Cerezo (volante) – Roma-ITA (7,8 milhões de dólares/ Julho de 1983)

Destaque pelos 10 anos jogados no Galo e pelo desempenho na seleção brasileira de 1982, Toninho Cerezo tornou-se a maior venda até então do futebol brasileiro.

5° – Gilberto Silva (volante) – Arsenal-ING (8,75 milhões de dólares/ Julho de 2002) (8,8 milhões de euros)

Após conquistar vaga de titular durante a Copa do Mundo e se tornar um dos principais jogadores de seleção, Gilberto Silva chamou atenção do futebol inglês. O Atlético ficou com 80% do valor da transferência.

4° – Lucas Pratto (atacante) – São Paulo e River Plate-ARG (10,2 milhões de dólares/ Fevereiro de 2017 e Janeiro de 2018) (9,2 milhões de euros)

O argentino Lucas Pratto rendeu muito dinheiro ao Galo, mas de forma dividida. Inicialmente foi vendido por 6,2 milhões de euros ao São Paulo, em 2017, por parte de seus direitos econômicos. Quando o River Plate comprou o atacante do Tricolor em 2018, o Atlético recebeu mais três milhões de euros na negociação.

3° – Jemerson (zagueiro) – Monaco-FRA (12 milhões de dólares/ Janeiro de 2016) (11 milhões de euros)

Destaque na defesa do Atlético-MG, vice-campeão brasileiro de 2015, Jemerson foi negociado em janeiro com o futebol francês. O Galo ficou com 60% do valor da transferência.

2° – Emerson (lateral-direito) – Barcelona-ESP (13,9 milhões de dólares/ Janeiro de 2019) (12,1 milhões de euros)

Titular do time do Galo aos 20 anos, destacou-se pela velocidade e vigor físico. Foi contratado enquanto disputava o Sul-americano sub-20 pela seleção brasileira.

1° – Bernard (ponta) – Shakhtar Donetsk-UCR (33,5 milhões de dólares/ Agosto de 2013) (25 milhões de euros)

O meia revelado no Galo destacou-se na conquista da Libertadores de 2013 e já em agosto, ao término da competição, aos 20 anos, foi contratado pelo time ucraniano. Ele ainda jogaria a Copa do Mundo de 2014 pelo Brasil.

As melhores notícias de esportes, direto para você