Flamengo, Palmeiras e outros gigantes do Brasil ficam fora da lista de melhores clubes da América do Sul nos últimos 20 anos

Últimos campeões da Libertadores, Flamengo e Palmeiras não foram incluídos no grupo

Bruno Romão
24 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Cesar Greco/Palmeiras

Em lista elaborada pela IFFHS (Federação Internacional de História e Estatística do Futebol), os melhores clubes da América do Sul nos últimos 20 anos foram divulgados. Sendo assim, a relação foi baseada em um sistema de pontos, que levou em conta a performance dos clubes em competições nacionais e internacionais entre 2001 e 2020.

Com a somatória sendo feita, apenas um clube do Brasil ficou dentro do top-5. Isso porque o Grêmio registrou 3.246 pontos e ocupou o terceiro lugar. Em contrapartida, São Paulo, Internacional, Santos, Corinthians, Atlético-MG, Flamengo e Corinthians, que venceram a Libertadores no período em questão, não foram citados. Apesar da lista ser controversa, a IFFHS analisou todos os dados, tendo em vista ser uma organização reconhecida pela Fifa e bastante respeitada.

Diante disso, a liderança do ranking ficou com o Boca Juniors. Por seus méritos nos últimos 20 anos, o clube argentino desbancou o River Plate, seu maior rival, e ficou com o primeiro lugar por registrar 3803.5 pontos.

Veja abaixo o top-5 completo.

  1. Boca Juniors (3.803.5 pontos)
  2. River Plate (3.441 pontos)
  3. Grêmio (3.246 pontos)
  4. Libertad (3026.5 pontos)
  5. Atlético Nacional (2960.5 pontos)

A relação também foi feita nos demais continentes do mundo. Diante disso, Barcelona (Europa), Al Ahly (África), Al Hilal (Ásia), América do México (América do Norte e Central) e Auckland City (Oceania) lideraram seus rankings.

LEIA MAIS