Zagueiro do Defensa y Justicia exalta título da Recopa e admite: “Esperava mais do Palmeiras”

Clube argentino bateu o Palmeiras e faturou mais um troféu sul-americano

Bruno Romão
24 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Cesar Greco - Palmeiras

Emergindo cada vez mais na América do Sul, o Defensa y Justicia conseguiu o feito de superar o atual campeão da Libertadores e ficar com o título da Recopa Sul-Americana. Sendo assim, um dos pilares do time, Adonis Frías, avaliou a conquista. Em sua visão, o Palmeiras atuou abaixo do esperado nos dois jogos, mas a equipe argentina também teve seus méritos.

“Esperava um pouco mais do Palmeiras coletivamente, na forma de jogar deles. Mas também acho que o grande esforço de nós fez com que eles não brilhassem tanto. Nós sabíamos que por causa dos jogadores que eles tinham, eles poderiam nos atacar, mas nós contra-atacamos e, coletivamente, éramos superiores e merecedores da Recopa. Fizemos o que foi preciso para manter o título“, declarou ao jornal “Olé”.

Além disso, Adonis Frías falou sobre o lance que culminou na expulsão de Viña. Após disputa de bola entre ambos, o lateral do Palmeiras acabou chutando o adversário e levou o cartão vermelho.

“Quando eu agarrei a camisa dele, ele ficou bravo e me chutou e bom, isso os ajudou a ficar com um jogador a menos e nós tentamos encontrar o jogo com nós mesmos. Não me arrependo da falta que veio a seguir, nas se não fosse necessário, seria muito melhor“, analisou.

Agora, Palmeiras e Defensa y Justiica vão se reencontrar na fase de grupos da Libertadores. O primeiro embate entre os times está marcado para o dia 4 de maio, na Argentina.

LEIA MAIS