América-MG tem pedido negado e final no Mineirão não terá público

O governo estadual de Minas Gerais rejeitou a proposta do América-MG nesta terça-feira (18) para que o segundo jogo da final do Campeonato Mineiro tivesse público.

Fabrício Carvalho
Jornalista formado / Rio de Janeiro. Redator de notícias, artigos e relatos sobre futebol nacional e internacional, basquete e esportes americanos.

Crédito: Divulgação

A Secretaria de Saúde de Minas Gerais divulgou uma nota oficial incentivando que torcedores acompanhem a decisão em casa, recusando a proposta para abrir o estádio ao público.

Além disso, a SES/MG também está indicando que não haverá jogos com público em Minas Gerais por um tempo considerável, levando-se em consideração o estado atual da pandemia do coronavírus no Brasil.

Alencar da Silveira Junior, presidente do América-MG e deputado estadual do PDT em Minas Gerais, havia solicitado a presença de 400 torcedores vacinados contra a Covid-19 (200 torcedores de cada time).

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Um ofício foi enviado ao prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, ao governador Romeu Zema e à Federação Mineira de Futebol, presidida por Adriado Aro.

O segundo jogo entre Atlético-MG e América-MG será disputado no próximo sábado (21), a partir das 16h30 pelo horário de Brasília, no Mineirão. O primeiro jogo, disputado no Independência, terminou 0 a 0.

Veja a nota oficial da SES/MG

“A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES/MG) informa que, de acordo com as definições do Plano Minas Consciente, e também conforme reuniões realizadas com a Federação Mineira de Futebol (FMF), ainda não há previsão para o retorno do público aos estádios, devido à necessidade de obediência aos protocolos sanitários. A SES/MG reforça que segue acompanhando diariamente os dados epidemiológicos e assistenciais relacionados à covid-19 em Minas, para as tomadas de decisão de forma segura para a população”

LEIA MAIS