Atlético de Madrid vence Real Sociedad e se aproxima do título

Vitória dos colchoneros aproxima o time do título. Real pode ser ultrapassada

Lucas Silva
Jornalista | Fundador e editor-chefe do Saída Falsa. Falando sobre a vida, o universo e tudo mais. Apaixonado pelo futebol americano desde 2008, sofro semanalmente com Corinthians, New Orleans Saints e Miami Heat.

Crédito: Jogadores do Atlético de Madrid comemoram após gol

Na tarde desta quarta-feira (12), o Atlético de Madrid deu mais um passo na conquista do título da La Liga.

Em casa, os colchoneros bateram a Real Sociedad por 2×1, com gols de Yannick Carrasco e Ángel Correa. Zubeldia diminiu para o time basco.

A partida foi de destaque para o goleiro Oblak e o meia Marcos Llorente, que teve a melhor média da partida, de acordo o SofaScore.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Inclusive, a noite foi especial para o volante Koke, que atingiu a marca de 500 jogos com a camisa do Atlético.

Com a vitória, o time de Diego Simeone chegou aos 80 pontos e pode ser campeão já na próxima rodada, em caso de derrota do Real Madrid ante o Granada e o Athletic Bilbao no domingo (16), além de uma derrota do Barcelona para o Celta de Vigo também no domingo.

Para a Real Sociedad, por outro lado, a equipe se mantém na 5ª posição com 56 pontos, porém, pode ser ultrapassada pelo Real Betis amanhã, caso o time vença o Eibar fora de casa.

O jogo

Jogo começou com muito toque de bola por ambas as equipes, embora o Atlético é quem chegava ao ataque, em oportunidades com Saúl e Luis Suárez.

Aos sete minutos, Suárez cobra falta perto da grande área e a bola acabou indo pra fora, dando susto no goleiro Alex Remiro.

Logo em seguida, o camisa 9 recebeu bola enfiada e bateu cruzado. Remiro defendeu em dois tempos.

A Real, por outro lado, procurava se defender, fechando o meio campo e não conseguiu atacar o Atlético.

Aos 15 minutos, após cobrança de escanteio curto, Marcos Llorente levantou a bola na grande área e Yannick Carrasco coloca a bola entre as pernas do goleiro, 1×0 Atlético de Madrid.

Por outro lado, a Real tentava atacar com seus principais jogadores, porém, Oyarzabal, Portu e Isak, pouco fizeram.

Não demorou muito para que os colchoneros ampliassem com Angel Correa, aos 28min, 2×0.

A Real teve uma breve reação, após jogada de Guridi, Isak mandou uma bomba, mas parou na defesa de Oblak.

Segundo tempo

Já no segundo tempo, o técnico da Real Imanol Alguacil colocou o atacante Jon Bautista no lugar de Isak.

No entanto, o Atlético ficou próximo do terceiro gol, mas Saúl estava impedido.

O jogo seguiu cadenciado, com a Real se soltando mais e indo pro ataque, parando na defesa do Atlético.

Enquanto isso, o time da casa seguia com força total ao ataque. Aos 60 minutos, Carrasco arrancou pela esquerda, mas acabou batendo sem ângulo pra fora.

Alguacil alterou mais a equipe, colocando jogadores mais ofensivos, casos de Zubeldia, Monreal e Merquelanz.

Aos 66 minutos, em cruzamento fechado, Portu consegue cabecear, mas a bola desvia no zagueiro e fica com Oblak.

Por sua vez, Diego Simeone mexeu na equipe, colocando João Félix no ataque e Kondogbia no meio campo.

Aos 75 minutos, Llorente faz grande passe para Luis Suárez, mas o camisa 9 mandou pra fora.

A grande chance da Real Sociedad veio aos 79 minutos, quando Portu carimbou a trave, após bate-rebate, Merquelanz tentou mas acabou isolando a bola.

Finalmente, aos 82 minutos, cruzamento na área e Zubeldia recebe pra chutar no meio do gol, diminuindo pra Real.

Os últimos minutos guardaram fortes emoções: enquanto a Real Sociedad ia pra cima, buscando o empate, o Atlético de Madrid “estacionou o ônibus” na defesa. No fim, nada aconteceu.

VEJA TAMBÉM: