Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Crítica de jornalista comparando o Grêmio pré-Tiago Nunes com “lata de lixo” chegou ao vestiário: “Tocou a nós”

Vice-presidente de futebol do Grêmio Marcos Herrmann concedeu coletiva de imprensa depois da conquista do Gauchão

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Na edição do dia 13 de maio do programa Sala de Redação, da Rádio Gaúcha, um debate acalorado entre os jornalistas Adroaldo Guerra Filho, o Guerrinha, e Leonardo Oliveira, começou tratando da situação do técnico colorado Miguel Ángel Ramírez, passou pelo Independiente Del Valle e foi parar na fase que o Grêmio se encontrava antes da chegada de Tiago Nunes.

Foi aí que Guerrinha disparou uma forte crítica que, neste domingo, após a conquista do Gauchão sobre o rival Inter, o vice de futebol gremista Marcos Herrmann confirmou que serviu de motivação no vestiário. De acordo com a visão do comentarista, o Grêmio na reta final de Renato Portaluppi era uma “lata de lixo”:

“O Grêmio naquela época também estava muito mal. Era uma lata de lixo sim. Ou tu não sabe? Ou vocês não querem dizer isso? Por que o Grêmio mudou o treinador? Estava um avião? Eu acho (uma lata de lixo) sim, eu tenho coragem de achar”, disse Guerrinha na ocasião.

Relembre a discussão a partir de 25:00:

Sem citar nomes, Herrmann deixou claro que esta foi uma situação que “tocou” o Grêmio antes dos Gre-Nais decisivos do Gauchão:

“Esse título para nós tem muito valor. Há dois ou três meses atrás, o nosso rival havia sido vice-campeão brasileiro. E nós, enfim, baleados. Até de lata de lixo nos chamaram. Teve um episódio que nos chamaram de lata de lixo. E isso tocou a nós. Aqui no Grêmio nós trabalhamos com amor próprio. Conseguimos dar a volta e ganhamos lastro para buscar coisas maiores”, colocou o dirigente.

Em campo, o Grêmio empatou em 1×1 a partir de um gol de Ferreira, que foi descontado por Dourado no segundo tempo. A conquista ficou garantida por conta da vitória de 2×1 fora de casa na ida, gerando o tetracampeonato gaúcho consecutivo ao tricolor.

Confira outras declarações de Marcos Herrmann após Grêmio 1×1 Inter:

“É simples: quando tu encontra um elenco comprometido com o clube, que gosta do clube, que tem interesse de ser campeão, e aí vem uma comissão técnica que quer o mesmo, dá nisso”
.
“O representante do Ferreira não está no Brasil, mas acredito que podemos conversar quando ele retornar. Temos um clima muito bom para isso”
.
“O importante é não nos precipitar. Nós temos um elenco muito forte que está pegando engrenagem, a partir disso achamos que podemos ir longe. Entendemos que podemos estar nos reforçando no andar da temporada”
.
“Esse elenco com a capacidade que tem, agora com o esforço do Douglas Costa, nos faz ter esperança de coisas maiores. Vamos focar no brasileiro como um dos candidatos”
.
“Cheguei aqui há 30 dias e encontrei um grupo diferente daquilo que eu poderia imaginar. Encontrei um grupo feliz, trabalhando unidos, buscando ser vitorioso”
.
“Eu gostaria de agradecer algumas pessoas fundamentais. Agradecer demais aos nossos atletas, gostaria de deixar isso muito claro, temos um grupo sensacional”

LEIA MAIS:

Douglas Costa responde torcedor do Grêmio que mandou “aprender com Taison” sobre retornar ao Brasil

Maicon se irrita e ironiza suposta informação sobre os três salários mais altos do Grêmio: “Quanta besteira falam”

Siga o autor:

No Instagram

No YouTube