Flamengo tem pedido negado e final do Carioca será sem público

Flamengo tentou viabilizar até o fim presença de torcida no Maracanã, mas a prefeitura negou o pedido após análise das condições sanitárias

Fabrício Carvalho
Jornalista formado / Rio de Janeiro. Redator de notícias, artigos e relatos sobre futebol nacional e internacional, basquete e esportes americanos.

Crédito: Divulgação

A Prefeitura do Rio de Janeiro divulgou na noite desta sexta-feira (14) uma nota oficial afirmando que vetou o pedido do Flamengo para realização do segundo jogo da final do Campeonato Carioca com presença de público.

Em nota oficial, a Prefeitura alegou que existe “falta de detalhes sobre o protocolo de segurança sanitária” para liberação do público.

Flamengo e FERJ se reuniram na última quarta-feira (12) e o time rubro-negro entrou com pedido à prefeitura para estudar possibilidades buscando viabilizar presença de torcida para o segundo jogo da decisão.

Está em dúvida sobre qual curso de faculdade escolher?

Desde quando o jornal O DIA revelou em primeira mão na segunda-feira (10) que a FERJ estudava liberar uma parte do Maracanã para receber torcedores, o Fluminense divulgou nota oficial posicionando-se contra à medida.

A FERJ também tentou viabilizar presença de público na Taça Rio, cogitando modificar para o Maracanã os jogos entre Botafogo e Vasco previstos para serem realizados no Nilton Santos e em São Januário, mas ambos clubes não demonstraram interesse.

Flamengo e Fluminense se enfrentarão nos dias 15 e 22 de maio, em dois sábados, nas finais do Campeonato Carioca às 21h05. pelo horário de Brasília.

O público voltaria oficialmente no futebol brasileiro neste domingo (16), a partir das 16h, quando Sampaio Corrêa e Motoclub se enfrentarão no Estádio Castelão com 6 mil torcedores. Porém, faltando apenas 72h para o jogo, o governo recuou e decidiu não liberar mais torcida no estádio.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Nota oficial da Prefeitura do Rio

“A presente Nota Técnica, emitida pelo Instituto Municipal de Vigilância Sanitária, da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro – S/IVISA-RIO, tem o objetivo de esclarecer que a situação epidemiológica do Município de risco elevado para a transmissão da Covid-19 requer cautela para a liberação de eventos esportivos de grande porte com a presença de público, em razão do potencial impacto causado pelo potencial de aglomeração na entrada e saída e deslocamento de pessoas.

Por esse motivo, o Decreto Rio 48.425, de 2021 suspende a realização de eventos esportivos com a presença de público em estádios e ginásios. Em relação à solicitação do Clube do Flamengo para a Secretaria Municipal de Saúde, considerando a falta de elementos mais detalhados acerca de protocolos sanitários específicos, voltados à realização das partidas finais do campeonato carioca com a presença de público nos dias 15 e 22 de maio de 2021, e considerando também a situação epidemiológica, indeferimos a solicitação”

LEIA MAIS