Fluminense acerta empréstimo de volante para o Goiás até o fim de 2021

Caio Vinícius foi contratado pelo Tricolor das Laranjeiras em 2018

Wilson Pimentel
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Lucas Merçon/ Fluminense

O Fluminense acertou neste domingo a transferência de Caio Vinícius ao Goiás. O Torcedores.com apurou que o jogador será emprestado sem custos até o fim de 2021. Ou seja, o Esmeraldino será responsável apenas pelo pagamento dos salários do atleta.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Segundo informações obtidas pela reportagem, o jogador estendeu o contrato com o Fluminense até dezembro de 2022. Antes de mais nada, o acordo com o Goiás prevê a compra de parte dos direitos econômicos no fim do compromisso.

Diferente do que acontece em diversas vendas concretizadas durante o período de empréstimo a outro clube, o Goiás não deve receber nada pela negociação. Isso porque, no contrato, não há cláusula envolvendo a taxa de vitrine.

Além disso, o acordo entre as partes ficou estabelecido que o Goiás é obrigado a liberar o volante caso o Fluminense receba uma proposta do exterior. Recentemente, o empresário do jogador, Marcelo Robalinho, foi procurado por três clubes da primeira divisão de Portugal.

Apesar disso, o Fluminense não recebeu nenhuma proposta oficial vinda da Europa pelo atleta. De acordo com o site “Transfermarkt”, especialista em mercado da bola, Caio Vinícius está avaliado em 500 mil euros (R$ 3,1 milhões, pela cotação atual).

A carreira de Caio Vinícius

Nascido em Itaquaquecetuba, São Paulo, Caio Vinícius da Conceição foi revelado pelo Londrina. Em 2017, ele foi contratado por empréstimo pelo Fluminense. Inicialmente, o volante chegou no clube para reforçar a equipe sub-20.

Na base tricolor, Caio Vinícius atuou ao lado do lateral-esquerdo Matheus Mascarenhas (Vitória de Guimarães-POR), do zagueiro Roger Ibañez (Roma-ITA) e dos atacantes Evanílson (Porto-POR) e Marcos Paulo (Atlético de Madrid-ESP).

Caio Vinícius de 22 anos estreou pelo Fluminense em 2018. Comandado por Abel Braga, ele atuou 45 minutos na vitória tricolor por 1 a 0 sobre a Caldense pela Copa do Brasil. Posteriormente, realizou 12 jogos e marcou um gol pelo clube.

Sem espaço no elenco tricolor, o volante deixou o clube duas vezes para ganhar rodagem. Em 2020, foi emprestado ao Atlético Goianiense e depois foi repassado ao Oeste. Na atual temporada, representou o Fluminense somente em duas partidas no Campeonato Carioca.

LEIA MAIS: 

Com lesão de Hudson, Fluminense desiste de emprestar prata da casa ao Botafogo 

Fluminense planeja enxugar elenco e busca interessados para emprestar goleiro 

Apontado como ‘novo’ Marcelo, revelação do Fluminense entra na mira da Real Sociedad