No mercado: Vasco tem dificuldade para liberar jovens pouco utilizados por Marcelo Cabo

Vasco tenta enxugar elenco para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro

Wilson Pimentel
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Rafael Ribeiro/ Vasco

O Vasco colocou seus jogadores menos utilizados à disposição do mercado da bola. Porém, está com dificuldade para encontrar clubes interessados. Sem espaço com o técnico Marcelo Cabo, boa parte das crias da base tem futuro indefinido em São Januário.

O Torcedores.com apurou que a diretoria vascaína decidiu que a melhor opção é emprestá-los para que se mantenham em atividade. A opção, por sua vez, esbarra na falta de ofertas por nomes como o lateral-esquerdo Riquelme, o meia Caio Lopes e o meia-atacante Lucas Santos.

A saída de Lucas Santos, por sinal, exemplifica bem a realidade do mercado. Com apenas 45 minutos jogadas no Campeonato Carioca, ele foi oferecido recentemente ao Brasil de Pelotas, Brusque e Londrina, mas não houve interesse.

Cerca de dez dias depois, surgiu a possibilidade da transação para o Vila Nova. No entanto, as conversas não evoluíram com o clube de São Januário. Afinal, o Vaso só aceitaria efetuar a negociação caso os goianos assumissem o pagamento integral dos vencimentos do atleta.

Por outro lado, os empresários do jogador, Fabiano Farah e William Fonte, da DIS Esporte, seguem ‘tateando’, como se diz na gíria do futebol, buscando uma oportunidade para inserir Lucas Santos em um clube onde possa dar prosseguimento a sua carreira.

Procurada pelo Torcedores.com, a assessoria de imprensa do jogador negou que exista uma negociação em curso para que Lucas Santos troque de clube. No entanto, a reportagem mantém a informação de que o jogador pode deixar São Januário.

Sua participação discreta na derrota do Vasco por 1 a 0 para a Portuguesa da Ilha, pelo Campeonato Carioca, contribuiu para a decisão da comissão técnica. Afinal, Lucas Santos pouco acrescentou ao time durante o período que esteve em campo.

Nova geração está bem cotada

Com pouco dinheiro em caixa, o Vasco encontra dificuldade para conseguir novas fontes de renda. Com seguidos anos de má administração, que apresentam mais problemas do que soluções, a diretoria deseja valorizar os jogadores de base nesta temporada.

Por isso, o técnico Marcelo Cabo vai lançando aos poucos alguns jogadores para observá-los na prática. Afinal, o Campeonato Carioca está sendo utilizado como laboratório para a disputa da Série B do Brasileirão.

Garotos como Andrey Santos (16), Arthur Sales (18), Caio Eduardo (18), Galvão (19), João Laranjeira (21), João Pedro (21), Lucas Figueiredo (19) e MT (20), só para exemplificar, já foram utilizados e devem ser utilizados na sequência da temporada.

Por outro lado, Marcelo Cabo projeta promover dois destaques base: o zagueiro Eric Pimentel e o centroavante Marcos Dias. O primeiro é capitão do time e acumula convocações para as seleções de base do brasil, enquanto o segundo fez 11 gols em 37 jogos em 2020.

LEIA MAIS: 

Bangu anuncia Felipe Loureiro, ex-meia de Vasco, Flamengo e Palmeiras, como novo técnico 

Coronavírus: Análise Day reúne cientistas do esporte em evento para arrecadar recursos a vulneráveis 

Morre o técnico que revelou Philippe Coutinho do Barcelona, Rony do Palmeiras, entre outros