Presidente da CBF recebe convite do Governador do Pará para visitar obra milionária do Mangueirão

Rogério Caboclo terá agenda cheia durante sua passagem por Belém

Wilson Pimentel
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Wilson Pimentel/ Torcedores.com

Antes de mais nada, o presidente da CBF, Rogério Caboclo terá a agenda cheia neste fim de semana. Ele foi convidado pelo Governador do Estado do Pará, Helder Barbalho, para visitar neste domingo as obras do Estádio Estadual Jornalista Edgar Augusto Proença, o Mangueirão.

O Torcedores.com apurou que a comitiva da CBF será formada seis pessoas. Além de Rogério Caboclo, irão a capital paraense Antônio Carlos Nunes (vice-presidente), Fernando Sarney (vice-presidente), Walter Feldman (secretário-geral), Manoel Flores (diretor de competições) e Douglas Lunardi (diretor de comunicação).

O Mangueirão está fechado desde fevereiro para as obras de reconstrução e modernização do local. A princípio, o cronograma foi feito para que o estádio possa atender as normas da CBF, Conmebol e FIFA. Ou seja, a arena será preparada para receber jogos da Série A e de competições internacionais.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

À primeira vista, a reforma do Mangueirão custará aos cofres públicos R$ 146 milhões. Além disso, o investimento garantirá a reestruturação do estádio, incluindo pintura, reforma dos banheiros e bares, substituição dos assentos das arquibancadas, substituição do gramado.

O projeto prevê, inclusive, a troca do piso da pista de atletismo, ampliação das áreas de circulação, reforma dos vestiários das delegações e árbitros, e construção de uma moderna área de tribuna de imprensa.

Atendendo exigência da CBF, o Mangueirão vai contar com um local exclusivo para receber a central de comando e análise para instalação do VAR. A sala promete ser a mais moderna do futebol brasileiro.

Agenda

A concorrida agenda de Rogério Caboclo inclui a decisão do Campeonato Paraense. O dirigente vai aproveitar a ida à Belém para assistir Paysandu e Tuna Luso, no próximo domingo, às 17h, no Estádio da Curuzu.

A Tuninha tem a vantagem de perder por até um gol de diferença. Afinal, venceu a primeira partida por 4 a 2. Em caso de vitória do Papão por três gols, a taça com o Vovô da Cidade. Em caso de dois gols de diferença para os bicolores, as equipes vão para os pênaltis.

LEIA MAIS: 

Ex-auxiliar de Parreira, Joel Santana e Lothar Matthäus vai comandar o Paysandu na Série C do Brasileiro 

Paysandu traça perfil, avalia nomes e mira contratação de ‘especialista’ em Série C do Brasileiro 

Itamar Schülle não resiste a goleada e é demitido pelo Paysandu