Sylvinho é o nome da vez no Corinthians, diz jornalista

Sem sucesso nas negociações com Renato Portaluppi e Diego Aguirre, Corinthians estaria buscando um velho conhecido

Flavio Souza
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação / Lyon

O Corinthians segue sem ter um técnico com pouco mais de uma semana para a sua estreia no Campeonato Brasileiro. Depois de uma semana em que tentou as contratações de Renato e Aguirre, o foco agora seria em Sylvinho. Conforme informação do Jorge Nicola em seu blog, os primeiros contatos teriam sito iniciados neste sábado (22). Ainda de acordo com o jornalista, o ex-lateral do Timão seria o nome preferido dos dirigentes Roberto de Andrade e Alessandro desde a demissão de Mancini. Mas Duílio Monteiro Alves teria optado por tentar o acerto primeiro com Portaluppi e em seguida com Diego Aguirre.

Nicola ainda informa que Sylvinho teria dado seu “ok” para as negociações avançarem.

Sylvinho chegou a ser trabalhar como auxiliar técnico do clube quando o mesmo era treinado por Tite. E em 2016 o Corinthians fez uma proposta para o ex-jogador, mas ele optou por seguir sua graduação na Itália, visando justamente se preparar melhor para atuar como treinador.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Carreira de Sylvinho

Formado nas categorias de base, o ex-lateral defendeu o time profissional do Timão de 1994 a 1998, com destaque para conquista do Campeonato Brasileiro (1998), Copa do Brasil (1995) e três títulos do Paulistão (1995, 1997 e 1999). No exterior ele também repetiu o sucesso. Na época ele defendeu Arsenal, Celta de Vigo, Barcelona e Manchester United. E na equipe catalã ele conquistou nove títulos, o maior, claro, sendo a Champions League em 2005-06 e 2008-09.

Após se aposentar, Sylvinho trabalhou como assistente técnico no próprio Corinthians, além de Cruzeiro, Sport, Náutico, Inter de Milão e seleção brasileira.

Depois de conseguir sua licença Uefa, ele teve uma passagem relâmpago pelo Lyon em 2019. Apesar de bons resultados na Champions League, ele foi demitido após apenas 11 jogos no clube. Inclusive o clube francês teve seu pior início do Campeonato Francês sob o comando do brasileiro. Na época ele teve a companhia de Felipe Lázaro, que comandou o Corinthians de forma interina contra o Sport Huancayo-PER, que trabalhou como seu auxiliar técnico na França.

LEIA MAIS:

Aguirre agradece convite do Corinthians e fala em “portas abertas para o futuro”

É campeão! Corinthians vence Vasco é garante título do PES2021, garantindo vaga no mundial da categoria