Willian confia em Palmeiras forte para mata-mata da Libertadores

‘Somos campeões e chegamos fortes’, afirmou o Bigode após goleada do Verdão sobre o Universitario

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

O Palmeiras afastou um pouco a desconfiança interna após a derrota na final do Campeonato Paulista ao golear o Universitario por 6 a 0 pela última rodada da fase de grupos da Libertadores. Agora, o caminho do Alviverde é o mata-mata.

Como atuais campeões da Libertadores, o Verdão chega como um dos grandes favoritos para a disputa das oitavas de final. O atacante Willian, que esteve na entrevista coletiva e marcou contra os peruanos, reiterou tal condição palmeirense para a disputa do mata-mata.

“Tem times de qualidade na briga e o Palmeiras é um deles. Somos os atuais campeões e chegamos fortes, com certeza. Independente de quem iremos enfrentar. Estamos preparados para fazer dois grandes jogos e irmos atrás do título novamente”, afirmou o ‘Bigode’.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

O atacante tratou de valorizar o trabalho de Abel Ferreira, que passou a ser alvo de críticas de parte da torcida, em especial pela perda da Supercopa, Recopa e Paulistão. Willian disse que o elenco do Palmeiras tem que saber lidar com tais cobranças, mas apontou que o time tem potencial para chegar forte em todos os torneios restantes da temporada, como o Brasileirão e da Copa do Brasil.

“Temos que focar no que fizemos de bom. O trabalho do professor tem sido extraordinário. Não podemos nos esquecer do que conquistamos e do que temos condições de conquistar. Quando se ganha, a cobrança aumenta, até pela qualidade e competência de nosso grupo. A gente sabe lidar com isso e podemos entrar nas competições com força máxima, até pela qualidade da equipe”, declarou.

LEIA MAIS

Está em dúvida sobre qual curso de faculdade escolher?

Palmeiras faz sondagem e define postura sobre contratação de goleiro brasileiro