Adesanya vence Vettori e Deiveson perde cinturão; confira os resultados do UFC 263

UFC 263 aconteceu neste sábado (12) na cidade de Glendale (EUA), com duas disputas de cinturão

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Divulgação/Facebook Oficial UFC 263

Os fãs de MMA tiveram uma grande atração neste sábado. Em Glendale, no Arizona, foi realizado o UFC 263, que envolveu duas defesas de título, uma delas com o brasileiro Deiveson Figueiredo.

A luta principal da noite envolveria o nigeriano Israel Adesanya defendendo o cinturão dos médios contra o italiano Marvin Vettori. O desafiante abusou das tentativas de queda, conseguindo pouco sucesso neste quesito. De volta à divisão após perder nos meio-pesados para Jan Blachowicz, o ‘Last Stylebender’ fez o suficiente para administrar a luta e sair do octógono ainda com seu cinturão em mãos.

Deiveson foi o astro da co-luta principal do UFC 263, defendendo o cinturão dos moscas. Mas o brasileiro acabou não sendo páreo para o mexicano Brandon Moreno. O desafiante foi quem teve as grandes ações da noite no octógono e, no terceiro round, encaixou a finalização para se tornar o novo campeão da categoria.

O card principal ainda teve Nate Diaz na primeira luta de cinco assaltos sem valer por título ou ser main event, onde não foi páreo para o inglês Leon Edwards, que quase foi nocauteado ao final mas fez o bastante no resto do combate para vencer o americano. Além da última luta de Demian Maia em seu atual contrato no Ultimate, sendo vencido por Belal Muhammad.

O Brasil ainda teve no UFC 263 mais dois lutadores no card preliminar. Luigi Vendramini acabou derrotado pelo francês Fares Ziam e Carlos Boi venceu Jake Collier na abertura do evento.

Confira os resultados do UFC 263 – Adesanya x Vettori 2

Card principal

Israel Adesanya (NGA) vence Marvin Vettori (ITA) por decisão unânime dos jurados (triplo 50-45) – pelo cinturão dos médios. Adesanya segue campeão

Brandon Moreno (MEX) vence Deiveson Figueiredo (BRA) por finalização/mata-leão (terceiro round, 2:26) – pelo cinturão dos moscas, Moreno é o novo campeão

Leon Edwards (ING) vence Nate Diaz (EUA) por decisão unânime dos jurados (triplo 49-46)

Belal Muhammad (PLE) vence Demian Maia (BRA) por decisão unânime dos jurados (duplo 30-27 e 29-28)

Paul Craig (ESC) vence Jamahal Hill (EUA) por nocaute técnico – braço quebrado durante tentativa de finalização (primeiro round, 1:59)

Card Preliminar

Brad Riddell (NZL) vence Drew Dober (EUA) por decisão unânime dos jurados (triplo 29-28)

Eryk Anders (EUA) vence Darren Stewart (ING) por decisão unânime dos jurados (29-28 e duplo 29-27)

Lauren Murphy (EUA) vence Joanne Calderwood (ESC) por decisão dividida dos jurados (28-29 e duplo 29-28)

Movsar Evloev (RUS) vence Hakeem Dawodu (CAN) por decisão unânime dos jurados (triplo 29-27)

Pannie Kianzad (SUE) vence Alexis Davis (CAN) por decisão unânime dos jurados (duplo 30-27 e 29-28)

Terrance McKinney (EUA) vence Matt Frevola (EUA) por nocaute (primeiro round, 0:07)

Steven Peterson (EUA) vence Chase Hooper (EUA) por decisão unânime dos jurados (29-28 e duplo 30-27)

Fares Ziam (FRA) vence Luigi Vendramini (BRA) por decisão majoritária dos juízes (duplo 29-28 e 28-28)

Carlos Boi (BRA) venceu Jake Collier (EUA) por decisão dividida dos jurados (28-29 e duplo 29-28)