Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Bolsonaro nega tentativa de demitir Tite, mas ressalta: “Cada um tem na cabeça uma Seleção”

Presidente da República afirmou que só comenta a situação da seleção brasileira com amigos e que “não tem nada a ver” com as decisões da CBF

Rafael Brayan
Estudante de jornalismo. Colaborador especialista e editor-plantonista do Torcedores.Twitter: @rafaelbrayan_

Crédito: Lucas Uebel/Getty Images

Após notícias sobre a interferência na CBF, o Presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) negou que tenha participado de qualquer conversa para tentar demitir o técnico Tite da seleção brasileira. Rumores indicavam que Renato Gaúcho era o nome preferido do político.


VEJA TAMBÉM:

Gabigol deve perder vaga para Gabriel Jesus no duelo contra o Paraguai


“A minha participação na Copa América é abrir o Brasil para que ela fosse realizada aqui. Está tudo certinho. Então tudo que é jogador e técnico [que se coloque contra o torneio], eu estou fora dessa. Não tenho nada a ver com isso”, disse Bolsonaro, em conversa com apoiadores em Brasília.

O presidente ainda criticou o Correio Braziliense, que afirmou, no sábado, que o Planalto do Governo estaria disposto a indicar a troca de técnico e até dos jogadores da seleção brasileira em caso de desistência do atual elenco. Atletas, porém, já decidiram participar da competição.

“O Correio Braziliense teve a desfaçatez de fazer uma matéria dizendo que eu não admito jogador não aceitar convocação. Me aponta um áudio ou vídeo meu falando isso daí. Eu não falo com a imprensa, inventam o tempo todo. Cada um tem na sua cabeça uma seleção e um técnico, e eu tenho a minha também, mas a minha eu falo para os meus amigos aqui. Nem para você [apoiador] eu falo porque estão gravando aqui”, completou Bolsonaro.