Chile: Jogadores furam bolha de Covid-19 e técnico pode deixar seleção

Chile está convivendo com um enorme problema interno devido à furos disciplinares de acordo com diversos setores de imprensa e uma apuração do Torcedores

Fabrício Carvalho
Jornalista formado / Rio de Janeiro. Redator de notícias, artigos e relatos sobre futebol nacional e internacional, basquete e esportes americanos.

Crédito: Buda Mendes/Getty Images

A seleção chilena divulgou neste domingo (20) uma nota oficial afirmando que estará multando jogadores após quebra de protocolo anti-coronavírus na Copa América.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

De acordo com a nota oficial divulgada pela Federação de Futebol do Chile, alguns jogadores acabaram furando a bolha criada pela Conmebol nas concentrações das seleções para evitar a transmissão de Covid-19.

O conteúdo da nota oficial do Chile afirma que o problema todo foi causado pela visita de um cabelereiro na concentração e que esta pessoa não estava autorizada à entrar no local.

Porém, a imprensa chilena e alguns setores da imprensa europeia afirmam que o real problema teria sido a presença de prostitutas nos quartos onde estão hospedados os jogadores chilenos.

A nota oficial não afirma quais seriam estes jogadores, mas a imprensa do Chile e europeia falam dos seguintes jogadores: Arturo Vidal, Gary Medel, Pablo Aránguiz, Eduardo Vargas, Jean Meneses, Guillermo Maripán e Pablo Galdames. Cabe lembrar que o Chile está concentrado no Rio de Janeiro.

Todo este problema causou atraso de horas (e depois cancelamento) na coletiva do técnico Martin Lasarte, que segundo fontes apuradas pela imprensa argentina e confirmadas pelo Torcedores.com, considerou se demitir do comando técnico da seleção do Chile.

Mas vale ressaltar também que há informações desencontradas pois o site GE.globo confirmou a presença do cabelereiro na concentração chilena e também afirmou que este cabelereiro esteve presente em Teresópolis, na concentração da seleção brasileira.

Por fim, o Chile afirmou que todos os jogadores realizaram testes de Covid-19 e testaram negativo.

LEIA MAIS