Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Copa do Brasil: Grêmio e Brasiliense têm histórico de jogadores que vestiram as duas camisas; confira!

Revelado pelo Tricolor Gaúcho, Carlos Eduardo atualmente é quem dá as cartas no Brasiliense

Wilson Pimentel
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/ Brasiliense

Antes de mais nada, Grêmio e Brasiliense se enfrentam nesta quarta-feira, às 16h30, em Porto Alegre, pela Copa do Brasil. A partida, inclusive, marca o primeiro confronto da história entre as equipes. O encontro vale vaga nas oitavas de final do torneio.

Em 2005, só para exemplificar, o Brasiliense jogou pela primeira vez a Série A do Campeonato Brasileiro. O Grêmio, por sua vez, disputou a Série B. No final do ano, o time Candango acabou rebaixado, enquanto o Tricolor Imortal garantiu seu retorno à elite após vencer a segundona. Ou seja, eles não se encontraram na elite nacional.

Em levantamento feito pelo Torcedores.com, foi possível escalar um time com treinador e atletas que jogaram por Grêmio e Brasiliense. A escalação, inclusive, conta com um jogador que surgiu com status de craque no tricolor e que atualmente veste a camisa do rival. Veja a lista!

Eduardo Allax

Grêmio (2005) | Brasiliense (2010)

Integrou o elenco do Grêmio na conquista da Série B do Campeonato Brasileiro. Porém, perdeu a titularidade ao longo da temporada para Rodrigo Galatto. Posteriormente, o arqueiro foi contratado pelo Brasiliense onde ficou apenas uma temporada.

Ruy

Grêmio (2009) | Brasiliense (2010 a 2012)

Com passagem por Cruzeiro e Botafogo, o lateral foi contratado com status de titular por Celso Roth. No entanto, teve o contrato rescindido após problemas extracampo. Logo após deixar o Tricolor Imortal, foi contratado pelo Brasiliense. Nesse ínterim, o ‘Cabeção’ venceu o Campeonato Estadual de 2011. 

Teco

Grêmio (2007 a 2008) | Brasiliense (2011 a 2012)

Foi contratado após passagem destacada pelo Ipatinga. Porém, teve atuações sem brilho pelo Grêmio. Nesse ínterim, disputou apenas 13 jogos com a camisa tricolor. Três anos após deixar o clube, foi contratado pelo Brasiliense onde venceu o Campeonato Estadual de 2011.

Rafael Marques

Grêmio (2009 a 2011) | Brasiliense (2003 a 2004)

Revelado pelo Botafogo, o zagueiro foi emprestado ao Brasiliense para adquirir experiência. Pela equipe do Planalto Central, conquistou o Campeonato Estadual de 2004. Posteriormente, teve passagem destacada pelo Grêmio onde levantou a taça do Gauchão em 2010.

Anderson Pico

Grêmio (2007 a 2012) | Brasiliense (2010)

Antes de mais nada, o lateral é cria do Grêmio. Ele, inclusive, é da mesma geração que revelou o goleiro Marcelo Grohe, o zagueiro Léo, o volante Lucas Leiva, entre outros. Apesar disso, nunca conseguiu se firmar coma camisa tricolor.  Teve passagem apagada pelo Brasiliense.

Souza

Grêmio (2008 a 2010) | Brasiliense (2017 a 2018)

Multicampeão pelo São Paulo, Souza venceu três vezes o Campeonato Brasileiro. Após passagem apagada pelo PSG, o volante atuou três temporadas pelo Grêmio. Nesse ínterim, venceu o Campeonato Gaúcho em 2010. Após defender o tricolor gaúcho, se transferiu para o Brasiliense onde conquistou o Campeonato Candango.

Beto

Grêmio (1997 a 1998) | Brasiliense (2007)

Antes de mais nada, foi contratado com status de estrela pelo Grêmio após passagem pagada pelo Napoli. Contudo, acumulou uma série de problemas disciplinares. Disputou, nesse ínterim, 30 partidas pelo clube. Posteriormente, foi negociado com o Flamengo onde empilhou muitas taças. Em 2007, teve passagem relâmpago pelo Brasiliense.

Douglas

Grêmio (2010 a 2012 e 2016 a 2018) | Brasiliense (2020)

Pelo Grêmio, venceu a Recopa Sul-Americana, a Copa Libertadores da América, a Copa do Brasil e o Campeonato Gaúcho. É, portanto, um dos maiores ídolos da história recente do clube. Em 2020, se transferiu para o Brasiliense. Após seis meses no Distrito Federal, anunciou o fim da carreira devido a sucessivas lesões musculares.

Carlos Eduardo

Grêmio (2006 a 2007) | Brasiliense (2020 até o momento)

Surgiu com o rótulo de ‘novo’ Ronaldinho Gaúcho. Após conquistar o Campeonato Gaúcho de 2007, ele se transferiu para o futebol europeu onde defendeu o Hoffenheim, da Alemanha e o Rubin Kazan, da Rússia. Porém, o meia nunca conseguiu se firmar como um grande camisa 10. Em 2020, foi contratado para ser o craque do Brasiliense. E ainda continua por lá…

Tuta

Grêmio (2007) | Brasiliense (2011)

Artilheiro no Flamengo, Fluminense e Palmeiras, o centroavante foi contratado pelo Grêmio em 2007. Lá, marcou muitos gols e venceu o Campeonato Gaúcho. Após deixar o Tricolor Imortal, passou por diversos clubes brasileiros. Em 2011, chegou com status de craque no Brasiliense. Nesse ínterim, disputou apenas seis jogos. Apesar disso, venceu o Campeonato Estadual.

Sinval

Grêmio (1992) | Brasiliense (2003)

Símbolo do Botafogo na conquista da Copa Conmebol de 1993, o centroavante teve breve passagem pelo Grêmio. Fez apenas dois gols com a camisa tricolor. Antes de pendurar as chuteiras, Sinval ainda encontrou tempo para fazer uns golzinhos pelo Brasiliense.

Técnicos

Valdir Espinosa

É considerado o maior técnico da história do Grêmio. Afinal, ele comandou o time que venceu o Mundial de Clubes e a Copa Libertadores da América, em 1983. Em 2005, foi contratado para comandar o Brasiliense na Série A do Campeonato Brasileiro. No entanto, foi demitido pelo presidente Luís Estevam após cinco jogos.

Vilson Taddei

Foi meia do Grêmio no começo dos anos 80. Nesse ínterim, integrou o elenco tricolor na conquista do Campeonato Brasileiro de 1981. Atualmente, é o técnico do Brasiliense. Pelo clube, venceu a Copa Verde em 2020 e o Campeonato Candango em 2020 e 2021.

A escalação

Confira a ‘virtual’ escalação feita pelo Torcedores.com: Eduardo Allax; Ruy, Teco, Rafael Marques e Anderson Pico; Souza, Beto, Douglas e Carlos Eduardo; Sinval e Tuta. Reservas: Andrey (G), Maicon Assis (M), Zé Love (A), Somália (A) e Nunes (A).

LEIA MAIS: 

Raio-X: como foram os últimos trabalhos de Jair Ventura, novo técnico da Chapecoense 

Você sabia? Hoje no Atlético-MG, Cuca teve passagem como jogador e técnico do Remo; veja algumas curiosidades! 

Copa do Brasil: Remo e Atlético-MG têm histórico de jogadores que vestiram as duas camisas; confira!