Felipe Melo traz revelações de momento que esteve com um “pé fora” do Palmeiras: “Beirou tragédia”

Volante foi peça importante em conquistas de destaque do Verdão nos últimos anos, como Copa do Brasil e Libertadores

Cido Vieira
Jornalista formado e apaixonado por futebol desde criança. No Torcedores.com desde o ano de 2017, já acumulei diversas funções no site e atualmente me dedico a cobertura do futebol nordestino. No Twitter (@cidovieira90)

Crédito: Cesar Greco - Ag. Palmeiras - Divulgação

Identificado com o Palmeiras, o volante Felipe Melo se tornou ídolo recente dos palestrinos pela entrega dentro das quatro linhas e o futebol de alto nível apresentado no clube paulista. No Verdão há quatro anos, o Pitbull também acumulou algumas polêmicas, e ficou bem perto de deixar a equipe pela “porta dos fundos”.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Em uma entrevista à TNT Sports, o experiente jogador revelou um episódio ocorrido logo em seu primeiro ano no time alviverde, quando era comandado pelo técnico Cuca. Na visão do atleta, o entrevero com o treinador foi o seu pior momento no Palmeiras.

“A briga com o antigo treinador foi muito complicada. Eu fiquei com um pé fora do clube. A briga com o Cuca foi muito difícil, beirou a tragédia, eu poderia ter saído do clube. Mas a situação foi contornada e tenho o maior respeito pelo Cuca”, disse o volante.

A POLÊMICA

A confusão envolvendo Felipe Melo e Cuca se deu após a eliminação do Palmeiras para o Cruzeiro nas quartas de final da Copa do Brasil de 2017. Naquela oportunidade, o volante foi substituído ainda no intervalo, e se desentendeu com o técnico.

Dias depois do ocorrido, Cuca anunciou o afastamento do experiente jogador. Para piorar a situação, no final de semana seguinte, um áudio de Felipe Melo reclamando do treinador foi vazado. Nitidamente irritado, o Pitbull dizia que deixaria o Verdão.

“Aqui não tem jeito, já era. Com esse cara (Cuca) eu não trabalho. Esse cara é covarde, mau caráter, mentiroso. Falou uma coisa e liga para a imprensa para falar um monte. Quando eu falar vou rasgar ele no meio. Agora vamos ver”, iniciou o jogador, revelando na sequência ter sido procurado por diversos clubes do cenário nacional.

Apesar de toda a situação delicada, Felipe Melo não foi dispensado do Palmeiras. Em menos de três meses após toda a polêmica com o volante do Verdão, Cuca acabou sendo demitido do comando técnico do time ao empatar com o Bahia em 2 a 2, pelo Brasileirão, encerrando sua segunda passagem no clube paulista com 85 jogos, 45 vitórias, 18 empates e 22 derrotas com o Verdão.

LEIA MAIS: