Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Filipe Toledo e Johanne Defay são campeões na piscina do Surf Ranch

Brasil mais uma vez é destaque em etapa da WSL

Thais May Carvalho
Colaborador do Torcedores

Crédito: Foto: Heff SOCIAL/WSL

Filipe Toledo finalmente conseguiu quebrar a hegemonia de Gabriel Medina na piscina do Surf Ranch. Os dois brasileiros chegaram até a final, mas Toledo fez 9,67 na direita e 8,27 na esquerda, e assim superou a soma de 10,60 pontos de Medina, que caiu na sua última onda, quando precisava de 9,28 para se sagrar campeão.

Durante todo o torneio, Filipe e Gabriel foram dominantes e intercalaram entre o primeiro e o segundo lugar na classificação geral. No caminho até seu segundo título da temporada (o anterior havia sido em Margaret River), Filipinho somou 17,80 na qualificação e 17,74 na semifinal.

Entre os homens, o Brasil foi dominante. Dos oito atletas que chegaram nas semis, quatro eram brasileiros: Yago Dora, Adriano de Souza, Gabriel Medina e Filipe Toledo. Além disso, as únicas cinco notas acima dos 9 pontos foram conquistadas por surfistas do Brasil.

No lado feminino, Johanne Defay, da França, foi a grande campeã. Na rodada de qualificação, ela teve a segunda melhor nota entre as 18 mulheres, somando 16,63. Nas semifinais, Defay se classificou em primeiro, com 16,07. Já na final, a francesa conseguiu 8,70 na esquerda e 7,93 na direita, e assim conquistou o título sobre a havaiana Carissa Moore, que somou 16,23.

Essa é a primeira conquista de Johanne Defay na temporada e o primeiro título na piscina de ondas artificiais. Em 2019, ela havia sido vice-campeã da etapa. Com essa vitória, a francesa agora tem 4 títulos em competições da elite mundial.

HOMENAGEM PARA ADRIANO DE SOUZA

Nos três dias de competição no Surf Ranch, não faltaram homenagens para Adriano de Souza, que vai se aposentar ao final dessa temporada. Todos os brasileiros usaram a camisa com o número e o nome de Adriano. Além deles, o português Frederico Morais, o australiano Ryan Callinan e Strider Wasilewski, da equipe de transmissão da WSL, também vestiram a camisa de Mineirinho. Em um momento marcante, Adriano de Souza e Kelly Slater trocaram suas lycras de competição,  e o brasileiro chegou a surfar com a camisa do 11 vezes campeão mundial.

CLASSIFICAÇÃO GERAL E PRÓXIMA ETAPA DA WSL

Com os resultados desta etapa, Gabriel Medina e Carissa Moore se solidificaram na primeira colocação do ranking e já garantiram presença entre os 10 surfistas que vão à grande final de Trestles, em setembro. Entre os brasileiros, Tatiana, que caiu na semifinal, está na quarta colocação do ranking. Filipe Toledo passou para o terceiro lugar e está atrás de Ítalo Ferreira, que, apesar de não ter ido bem no Surf Ranch, manteve a segunda colocação geral.

Com o campeonato na piscina encerrado, o circuito mundial da WSL fará uma pausa. A  próxima etapa começará somente em 10 de agosto, em Barra de la Cruz, no México. Mas se você gosta de acompanhar o surfe, não se preocupe, pois diversos surfistas da elite estarão presentes nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Leia Mais

WSL cancela etapa no Brasil

Veja quais surfistas vão para os Jogos Olímpicos